PROBLEMAS DOS OUTROS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Por estranho que pareça, vemos mais claramente o que funciona mal na casa do vizinho do que na nossa. E isto é uma simples questão de perspectiva: a distância nos permite ter uma visão mais clara dos problemas.

O especialista em comunicação interpessoal Ferran- Ramon Cortés fala do valor da discussão – desde que seja comedida e bem-intencionada – para chegar a soluções criativas.

É apenas através das discussões que as pessoas são capazes de questionar as coisas, explorar caminhos desconhecidos e procurar novas soluções para velhos problemas. O debate ajuda os grupos a crescer intelectualmente e a desenvolver a inteligência coletiva – uma inteligência que não está relacionada ao coeficiente intelectual individual, mas as trocas comunicativas entre cada membro do grupo.

Nem no contexto de um grupo nem no de qualquer relação deveríamos aspirar ao acordo permanente, porque isso significaria renunciar ao crescimento, que no proporciona as diferentes  opiniões sobre as coisas e as diversas maneiras de ver um fato, uma decisão ou um problema.                                                              Allan Percy

 

RÁPIDAS E SELECIONADAS

  • Vamos aguardar os números do orçamento municipal para 2020, que deverá ser um dos mais robustos entre os municípios gaúchos do nosso porte. É a partir desta peça que deveríamos fazer as análises de desempenho de uma administração, por ser a mais justa. Pois, tudo gira ao redor de recursos. Mágica só no picadeiro do circo.
  • Quando divulgamos o Kerb da Comunidade Evangélica semana passada, e que será realizado neste sábado dia 09 esqueci de referir um item importantíssimo: a qualidade da comida, vista no sentido de saborosa e feita com capricho, contando inclusive com o chucrutz (sauer craut), bem alemão.
  • As fortes chuvas e a ventania prejudicam bastante a decoração natalina. Foi uma pena. É do jogo, não adianta.
  • Sempre tive como norte que a “luta” era por UM aeroporto para servir a região. Pois, agora são DOIS: O das hortênsias e o da Vila Oliva. Conclusão possível e lógica; teremos um tempo bem maior para escrever, comentar notícias e preencher espaços noticiosos sobre o tema. Consigo lembrar a vinda do então governador Britto, para visitar o provável local do aeroporto perto do pedágio no Morro da Perereca. Foi no ano de 1995. Se para um aeroporto, a coisa não saia do papel, agora então…
  • Está marcado para o dia 4 e 5 de dezembro em Bento Gonçalves o encontro da cúpula do Mercosul, sendo esperada a presença dos presidentes de todos os países. Será no Spa do vinho, no Vale dos Vinhedos. Lembrando que em 20 de fevereiro de 1992 esta mesma cúpula se reuniu em Canela, no Hotel Laje de Pedra. A importância daquele evento motivou a construção do imponente monumento existente no canteiro central da avenida das Hortênsias em frente ao Hotel Continental, hoje Hotel Vestena. Perdemos este encontro.
  • Em 2006 no dia 1º de novembro, portanto, há 13 anos era inaugurado o “caminho das graças” na estrada Caracol/Banhado Grande no nosso interior. Uma bela ideia, bem a consoante com as práticas religiosas e as caminhadas em voga. Pena não ter tido um acompanhamento adequado para se consolidar. Mas ainda é possível.
  • Faz 13 anos completados neste dia 04 que faleceu o Dr. Adir Dalla Porta aos 42 anos. Granjeou grande conceito como médico comunitário em nossa cidade, tendo também exercido a função de vereador pelo PDT. Foi sepultado em São Borja seu município de origem.
  • Bernardo Schimitt era um mestre cervejeiro que se aposentou e veio morar em Canela. Mesmo não sendo canelense abraçou a causa do Hospital e lá realizou um profícuo trabalho voluntário, junto com um pequeno e eficiente grupo de amigos. Neste dia 07 completam-se 10 anos do seu falecimento.
  • Curiosidades políticas. Getúlio Vargas não escreveu nenhum livro, mas foi titular da cadeira n° 37 da Academia Brasileira de Letras. Eleito para a ABL no dia 07 de agosto de 1941 e recebido pelos acadêmicos em 29 de dezembro de 1943, sua bibliografia se resume à publicação dos discursos – A nova política do Brasil e o governo trabalhista do Brasil.

“Há três coisas difíceis: guardar um segredo, esquecer uma ofensa e empregar bem o tempo.                                                                                                Hebreus 12.28

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido