InícioNotíciasPolíticaReforma Tributária gaúcha recebe contestações

Reforma Tributária gaúcha recebe contestações

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado estadual Ruy Irigaray se reuniu na manhã desta quarta-feira (26) com lideranças empresariais na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul (CIC Caxias). O objetivo foi debater a proposta de Reforma Tributária do estado com a presidência e diretores da entidade e presidentes de sindicatos patronais, em um encontro híbrido. “Caxias do Sul e Região têm pagado a conta dessa estrutura pesada da máquina pública. Os empresários não podem, mais uma vez, pagar essa conta”, declarou o parlamentar, posicionando-se contrário à proposta original enviada pelo Executivo gaúcho à Assembleia Legislativa no início de agosto.

Irigaray, que foi secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do governo Eduardo Leite, ouviu as críticas dos representantes de sindicatos patronais aos pontos da proposta que elevam a carga tributária para diferentes setores, incluindo a indústria vinícola e as atividades de serviços. As lideranças também questionaram a falta de debate em torno do tema e o regime de urgência com que a Reforma Tributária precisa tramitar no Legislativo. De acordo com o deputado, a Assembleia tem até 15 de setembro para deliberar e encaminhar o projeto à votação em plenário. Diretores da CIC Caxias também chamaram a atenção para o fato de o Estado elaborar um plano ao mesmo tempo que o governo federal negocia uma ampla reforma no sistema tributário nacional.

O presidente da CIC Caxias, Ivanir Gasparin, reiterou que antes da Reforma Tributária o Estado deveria se preocupar com a Administrativa, no que foi apoiado pelo deputado. De acordo com Irigaray, deveria ser a primeira reforma a ser feita, uma vez que 90% de tudo que se arrecada no Rio Grande do Sul vai para o pagamento da folha. “Mais desburocratização e menos impostos”, defendeu.

A reunião ainda teve as presenças de dirigentes dos sindicatos das indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul e Região; de Material Plástico do Nordeste Gaúcho; do Vinho do Rio Grande do Sul; das Instituições de Educação Infantil Particulares de Caxias do Sul; e dos Representantes Comerciais de Caxias do Sul. Ainda participaram representantes do MobiCaxias e de outras demais entidades, além de empresas locais e da Região.

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido