InícioColunistasColuna do WebinhaJACKSON MÜLLER NO CAFÉ DE HOMENS

JACKSON MÜLLER NO CAFÉ DE HOMENS

Tempo de leitura: < 1 minuto

Falando com convicção na defesa de suas ideias e com a autoridade de conhecedor do tema desde suas entranhas, o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Jackson Müller, foi o convidado especial do “Café de Homens” da Comunidade Evangélica deste sábado dia 19. O conhecimento técnico associado ao da legislação pertinente, permitem sermos otimistas quanto a ação da Secretaria, para ao menos reduzir os problemas existente no município. Posicionado, coisa rara no meio administrativo canelense e brasileiro, é uma metralhadora ao falar. Seguem algumas de suas posições no encontro:

“Escolhi a faixa de Gaza para trabalhar. É ali que caem as bombas…”

“Trabalhei em 16 Prefeituras até agora…”

“Quando trabalhei no Ministério Público Estadual, prendemos 80 pessoas que foram responsabilizadas por infrações graves ao meio ambiente.Isto não me traz satisfação pessoal…”

“Canela é muito receptivo. Gosto de Canela…”

“Quase desisti de trabalhar no serviço público. É uma guerra a cada dia. Cada um tem suas peculiaridades, seus interesses…”

“Trabalhei 25 anos na Prefeitura de Novo Hamburgo. Depois de todo esse tempo, foi a função que escolhi. Talvez eu seja mais odiado que respeitado, mas gosto da função…”

“Em Canela, haviam mais de 250 projetos de licenciamento parados. Fizemos uma força tarefa e reduzimos este número…”

“Admiro muito a araucária. É uma arvore que demora para crescer, mas é linda…”

“Lidamos com uma temática muito diversificada na secretaria. São as invasões, a poluição,o lixo, os projetos…”

“Tenho andado muito pelos extremos do município. Pobreza e miséria são diferentes, mas temos muita miséria em Canela, infelizmente…”

“A violência nunca vem sozinha. A bandidagem ocupa os espaços, quando o poder público não faz a sua parte…”

“O hospital atende 4 mil pessoas por mês em um município de 40 mil habitantes. Não é normal…”

“A água que as pessoas estão bebendo na periferia, adoece as pessoas. No loteamento Haag, 90% estavam doentes em razão da água contaminada…”

“A Corsan arrecada muito e investe pouco ou quase nada em saneamento…”

“Temos que ter cuidado do tipo de gente que vem pra cá. Vestidos de cordeiros, mas são lobos…”

“Vamos mudar o quadro com rapidez. Não em dez anos…”

“A incidência de furtos explodiu em Canela…”

“É impossível não brigar com alguém quando se mexe com o ambiente…”

“No meio rural está começando haver uma lambança. Sitiozinhos… etc…”

“Diferente de outros municípios, em Canela a economia está pujante…”

“Um município bonito como Canela, está sujo. Jogam lixo em todo lugar. Não dá para deixar assim…”

“O município gasta R$ 471 mil por mês para recolher o lixo. Somente 5% é reciclado. Está errado. Levamos de caminhão embora…”

“Devemos reciclar o máximo do lixo aqui em Canela. O orgânico deve ser transformado em compostagem…”

“Os que levam vantagem com estas situações, procuram desqualificar as pessoas…”

“Vamos fazer uma campanha forte de separação do lixo…”

“Vai dar gritaria quando sair o novo edital do recolhimento do lixo. Será um desafio…”

“Existe um problema principal. A indiferença com a questão ambiental…”

“Já consegui fazer compostagem do lixo orgânico em 33 dias…”

“As técnicas sobre o aproveitamento do lixo são avançadas. É possível ganhar muito dinheiro com o lixo…”

“A Corsan é uma companhia de mentirinhas…”

“Os bons projetos da cidade devem ser continuados. Todos ganham…”

“Ajudem a devolver para os arroios de Canela a beleza que eles tinham. Hoje eles estão entupidos de sacolas plásticas, sofás, pneus, garrafas pet…”

 

RÁPIDAS E SELECIONADAS

 

  • Admar Menezes é o nome do novo tabelião de Canela. Veio de Flores da Cunha e iniciará seus trabalhos aqui, tão logo receba autorização judicial. O tabelionato passará a funcionar na rua Dona Carlinda, nº 221, quase em frente aos correios.
  • Está sendo trabalhada uma grande parceria entre o poder publico e os órgãos ligados a segurança publica para viabilizar o monitoramento eletrônico com câmeras na cidade. O assunto não estava adormecido.Outra boa notícia.
  • Estou saciando minha curiosidade política com a leitura do livro, 1000 curiosidades sobre política e eleições no Brasil, envolvendo disputas presidenciais, estaduais, Congresso Nacional, mandatos e personalidades.

 

“Em julho de 2021 irão para casa Celso Mello e Marco Aurélio, ministros do Supremo. Será a maior contribuição que terão dado ao país, desde sua entrada no serviço público”.

J. R. Guzzo

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido