Início Colunistas Coluna do Webinha FINALMENTE ACONTECERÁ

FINALMENTE ACONTECERÁ

Tempo de leitura: < 1 minuto

Lembro bem, quando acompanhado por amigos de infância fui conhecer o Itaimbezinho. Deve fazer mais de quarenta anos. Estrada ruim, muita poeira e o pouco conforto que um veículo como a Kombi de meu pai podia oferecer. Conhecer o cânion tornara-se uma necessidade, tamanho era o fascínio que exercia em mim.  Desde então, estive outras vezes lá, que permitiram formar um conceito definitivo: quando as pessoas puderem conhecer o Itaimbezinho e os Aparados da Serra ficarão de joelhos, tamanho o encantamento destas maravilhas da natureza.

      Na época o acesso era muito ruim e a infraestrutura próxima de zero. Passaram-se décadas e governos de todos os matizes se sucederam, mas somente agora a coisa vai começar a decolar em razão do sucesso da concessão dos parques nacionais de Aparados da Serra, promovida e executada sob a batuta do ministro Salles, tão criticado por parte da mídia engajada.

      Laivos de conservadorismo pessoal poderiam levar a raciocínios egoístas, tipo:  “as visitações vão destruir a natureza”. Negativo. Hoje é possível dizer-se que este perigo inexiste. Os tempos são rigorosamente outros, acompanhados de consciência  ambiental generalizada. Qualquer projeto na área será cuidadosamente analisado.      Este novo eixo turístico adormecido começou a acordar. O primeiro passo efetivo e real foi dado e a competência e o faro da iniciativa privada farão o resto.

      O Brasil e o mundo merecem ver e sentir esta maravilha da natureza intocada. E assim, como ninguém vai ao Rio de Janeiro sem visitar o Corcovado ou ao Paraná sem visitar as Cataratas do Iguaçu, ninguém virá ao Rio Grande sem visitar os Aparados da Serra.

      Desde aquela primeira visita, quase meio século atrás, guardei na memória a sensação de que até o silêncio naquela natureza presente nos cânions é diferente, parecendo querer mostrar a presença de Deus. O curtir do silêncio de lá contêm componentes diferentes do meio urbano. Quando a oportunidade se oferecer e havendo oespírito leve, sugiro fazerem a experiência.

RAPIDAS E SELECIONADAS

  • A conhecida figura bíblica – é tempo de vacas magras – se aplica adequadamente nos primeiros meses do ano com relação as receitas na prefeitura, no caixa. Falo do IPTU concentrado nestes meses, além do IPVA, principalmente para pagamentos à vista. E os valores, sabe-se, são significativos. Para arrecadação de impostos não tem pandemia que atrapalhe!
  • O Parque do Caracol recebeu 34.052 visitantes em janeiro, número um pouco menor que no mesmo mês do ano passado quando ainda não havia pandemia. Nas bilheterias resultou em R$ 578 240,00.
  • Nesta sexta-feira dia 05 completam-se três anos do falecimento do empresário canelense Eris Zugno aos 90 anos. Diretor da empresa Auto Canela, hoje Sinoscar do grupo Sinosserra, desenvolveu e transformou a empresa numa das principais concessionárias Chevrolet, referencia no estado e país.
  • Fazer futebol no interior do Rio Grande é ato de resistência. Pura resistência, tamanho é o protagonismo e grandeza da dupla Gre-Nal, inoculada desde o nascimento em todos que aqui nascem. Desconheço outra definição melhor. Por isto vibro quando acontecem façanhas como a do Juventude de Caxias ao voltar para a série A do Brasileirão. Estas resistências um dia haverão de ser recompensadas, afinal somos 11milhões de gaúchos e poderia haver um espaço maior na paixão futebolística para outros clubes além da dupla Gre-Nal. Enquanto isto resta resistir.
  • Um canteiro de flores sempre, sempre será um canteiro de flores. Aqui e em qualquer lugar do mundo. Sem falar, conseguem transmitir beleza, humanismo, sensibilidade, amor, estas coisas, por vezes, tão esquecidas. Nossa vocação turística tem neles um parceiro insubstituível. No momento os canteiros centrais da Av.Júlio de Castilhos encontram-se novamente espetaculares.
  • O Arquiteto e Urbanista uruguaio Glauco Larre Borges Ricetto reside em Canela há mais de quarenta anos. Competente e curioso deve ser o profissional que melhor conhece o desenho urbano de nossa cidade. Na prefeitura criou e desenvolveu o projeto do Distrito Industrial do Saiqui. Trabalhou no Plano Diretor. O condomínio Quinta da Serra foi por eledesenvolvido, além de outros menores, mas não menos importantes. Atualmente, aos 84 anos encontra-se internado em uma casa de repouso em Nova Petrópolis.
  • Acertada a permanência do secretário Jackson Müller na pasta do Meio Ambiente da Prefeitura. É técnico e tem respeitabilidade. Regularizações, invasões, recolhimento de lixo, licenciamento de grandes obras…são áreas espinhosas e viciadas.
  • Espetacular o trabalho de pesquisa econômica/social dos quatro municípios serranos, que o Jorna Integração publicou na última sexta-feira. O Fernando Gusen se puxou!

“Se você está atravessando o inferno…  continue indo.”  Sir Winston Churchuil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido