Início Notícias Esportes ATLF inova no futsal e orienta atividades físicas e teóricas para atletas

ATLF inova no futsal e orienta atividades físicas e teóricas para atletas

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tiago Manique

[email protected]

 

REGIÃO – Temporada havia recém começado, competições para o ano no planejamento, mas um adversário que está sendo difícil de driblar, impôs que o mundo praticamente ficasse paralisado e de momento sem tática concreta para paralisar o coroanvírus, o esporte evidentemente foi atingido.

Muitos clubes do mundo todo organizaram planilhas orientando atletas a praticarem atividades físicas, afim de manter a forma e quando retornarem terem os prejuízos amenizados na parte atlética. A Associação Toque de Letra de Futsal (ATLF) que representa Canela e Gramado e ostenta o título de Campeão Estadual Sub-15, que conta com categorias do sub-7 ao sub-17, seguiu esta linha e inovou. 

 

Além de orientar os atletas passando atividades físicas, respeitando a faixa etária de cada um, o clube montou questionários a serem respondidos, sendo esta uma forma das crianças e adolescentes, junto com os familiares de conhecer mais a modalidade, seja na parte histórica, regras e táticas.

 

"Passamos uma série de exercícios fisicos respeitando a faixa etária de cada categoria para estarem se mantendo em atividades físicas com objetivo primeiro de priorizar a saúde e quando voltar não estarem tão defasados e montamos o cronograma não somente para as crianças e sim junto com as famílias. Além disso, elaborei uma apostila básica para entenderem a parte teórica, formação tática facilitando a leitura de jogo", comentou Léo Frazão, técnico das equipes.

 

Quarentena e sem perspectiva de retorno e com o calendário de competições já no rol do clube, o comandante técnico detalhou o que está sendo realizado e como será o planejamento para esta temporada.

" É uma situação atípica para todos, temos que procurar ter calma e serenidade neste momento é importante. Neste período para ATLF está sendo de reavaliar algumas coisas no inicio do ano montamos planejamneto e traçamos objetivos a serem atingidos em cada categoria. Como vai diminuir bastante o tempo de treino, temos que nos readequar a parte técnica e tática, há uma perda, mas vamos procurar minimizar isso", disse.

 

Atual campeão gaúcho sub-15, esta categoria tem um olhar mais clínico por parte de todos no clube. As orientações a partir desta idade já é focado na competitividade e com a paralisação a ATLF deve desistir de alguns torneio regionais e priorizar campeonatos municipais e o estadual, caso seja realizado.

 

"Havíamos montado uma base boa para o Municipal e Regional [campeonatos] e programado amistosos para captar atletas para o Estadual. Estávamos com quatro competições no nosso radar, mas não sei se vamos conseguir cumprir, a ideia é defener o título estadual, tem a questão dos patrocínios e já estamos conversando com o nosso patrocionador master [Vento Sul Turismo] e ver como vamos fazer, mas nada ainda está definido", comentou.

 

Trabalhar com base

O ano de 2020 é especial para a ATLF. O clube que atua somente com categorias de base, completa uma década de atuação e é este segmento de trabalhar com crianças e adolescentes que move o criador do clube e técnico Léo Frazão.

 

Ele mencionou que o desafio não é somente dentro das quatro linhas. Fora dela é trabalhado uma série de metodologia e além disso, outro ponto aprimorado é de incutir nos meninos a importância da coletividade e saber administrar resultados adversos.

 

"É desafiador atuar com categorias de base, tanto dentro como fora de quadra. Atuamos com educação, discplina, respeito e trabalho em equipe, ensinando que outro lado não é inimigo e sim adversário. Ensinar ter responsabilidade, engloba muita coisa fora e dentro de quadra. As crianças que aprender a assumir responsabilidades quando perde é todos e da mesma forma quando é vencedor. Ninguém gosta de perder, mas saber administrar uma derrota, que do outro lado tem uma equipe qualificada e que treina também", explicou.

 

É normal em qualquer clube independente da modalidade, quando o garoto ingressa em determinada categoria inicia ali o sonho de se tornar um atleta profissional. Este sentimento é corriqueiro também na ATLF e mesmo sabendo que as dificuldades são imensas de chegar ao profissionalismo, Léo incentiva e não tira este estímulo da garotada.

 

"Todos tem este sonho, não posso tirar isso dos meninos tem que dar apoio e o fato de sonharem e querer é o que leva a praticar o esporte. Temos que propiciar as ferramentas, trabalhar muito, mas o mais importante é fazer com que estes atletas sejam boas pessoas, honestas, bons valores, cidadãos de bem.

Sabemos que é muito difícil ser profiissional, temos muitos atletas com condições que não são, tem talento, mas falta também oportunidade, mas a nossa prioridade é formar cidadãos", avisou.

 

Período de estudo e técnicos

Impossibilitado de sair de casa e ir ao ginásio orientar a garotada, Léo Frazão divide o tempo entre os cuidados com a filha e colocando em dia os estudos de futsal. Recentemente, terminou um curso com o professor Wilton Santana com o tema Pedagogia no Futsal e está fazendo a leitura do livro do técnico da Seleção Brasileira de Futsal e ex-ACBF, Marquinhos Xavier, sendo este uma das referências para ele, entre outros profissionais. 

 

Um destacado por Léo, que segundo ele teve participação direta no título inédito do Estadual Sub-15 é Fernando Ferreti. Para o comandante técnico da ATLF, o estilo de jogo que ele colocou em quadra da sua equipe, teve como padrão o que aprendeu em uma formação na cidade de Sorocaba (SP) quando Ferreti treinava o Magnus.

 

"O maior para mim é Fernando Ferreti, tive oportunidade de fazer cursos com ele e um presencial que foi o divisor de água no meu trabalho. Costumo dizer para a comissão técnica que nós devemos o Estadual [título] a ele que foi onde aprendi a melhor forma da marcação quadrante que utilizamos no sub-15 durante todoa a competição, sendo a menos vazada", finalizou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido