InícioNotíciasEconomiaVale dos Vinhedos recebe novo empreendimento

Vale dos Vinhedos recebe novo empreendimento

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Cave do Sol é o mais novo empreendimento enoturístico a integrar o Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves. À frente do projeto está Arnaldo Passarin, neto de Guido Passarin, nascido no Brasil e filho de imigrantes italianos que chegaram ao Brasil no ano de 1888. Paulista de Jundiaí, o idealizador e presidente da Associação dos Produtores de Suco Puro, comprou o terreno no Vale dos Vinhedos há 23 anos. “Sinto-me realizado em ver se tornar realidade mais um de meus sonhos, tendo meus filhos e minha esposa envolvidos em cada projeto. São 66 safras aqui no Rio Grande do Sul”, celebra.

A vinícola foi erguida em área de 36,6 mil m². São 5.125 m² de área construída, dos quais 2.367 destinados ao enoturismo, distribuídos em três andares. O empreendimento abre dia 4 de setembro em modelo soft opening, com atendimento de sexta a domingo. O visitante encontrará, em cada ambiente, peças e equipamentos que contam a história do vinho. A madeira das antigas pipas está em todo lugar, especialmente no mobiliário que ambienta espaços como a loja e a vinheria, entre outros. O revestimento das paredes da cave exibe os tijolos que guardam as histórias da família. Eles foram retirados da antiga vinícola e transportados até o Vale dos Vinhedos.

Na Cave do Sol será possível fazer três tipos de visitas, que vão de 40min a 1h10min. Em todas haverá degustação de cinco produtos. Inicialmente, quatro linhas estarão no mercado, partindo da superior Cave do Sol, passando pela Solar do Vale e Vulcano, até chegar a Monarca. Mas os ícones são batizados com os nomes de Capitão Chico, como Arnaldo Passarin é chamado, e Vitória Lúcia. O primeiro é um vinho tinto 100% cabernet sauvignon. O segundo, que carrega o nome das mães de Arlete e Arnaldo, respectivamente, é um espumante nature método tradicional. Ao todo, são 34 rótulos entre espumantes, vinhos e suco de uva.

Diferenciais turísticos

Quem chega à vinícola é recebido pelo Sol Negro, instalado a três metros do solo e atingindo oito metros de altura. A estrutura é formada por oito bombas antigas, pesando mais de duas toneladas. Ao seu lado, uma fonte. Cercando a vinícola, a uva é representada em peças metálicas feitas com centenas de aros das antigas pipas da família. As Uvas ao Sol têm dimensões que variam de dois a três metros de diâmetro, atingindo até 800 quilos.

Os Destiladores são peças emblemáticas instaladas nos jardins da vinícola. Internamente, foi montada uma escultura em formato de painel, As Uvas do Sol. A criação e execução das obras, feitas com peças da unidade desativada, em Flores da Cunha, têm a assinatura dos artistas Aido Dal Mass e Rubens Sant’Anna Filho. Já a fonte é uma criação da arquiteta Vanja Hertcert.

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido