Início Polícia Gramado e Canela Direção do Presídio emite esclarecimento sobre objetos apreendidos em um freezer

Direção do Presídio emite esclarecimento sobre objetos apreendidos em um freezer

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – Na semana passada, a comunidade canelense comemorou a apreensão de grande quantidade de drogas, bebidas e celulares, entre outros objetos, que estavam em um fundo falso de um freezer. A apreensão ocorreu na noite de quarta-feira (9), no Presídio Estadual de Canela.

E o principal questionamento foi em como tal freezer foi parar dentro do Presídio. Essa indagação foi esclarecida pela diretora administrativa da Casa Prisional, Vivian Minato. O eletrodoméstico é do Presídio e retornava de um conserto.

Confira o que explicou a diretora: “Acerca da apreensão realizada pela Polícia Civil, o Presídio Estadual de Canela vem à público informar que o referido freezer estava em uma área restrita aguardando revista por parte dos agentes penitenciários. O freezer havia retornado de conserto e quando chegou ao Presídio os agentes desconfiaram da nova pintura (tinta ainda estava fresca) e das tampas coladas no eletrodoméstico. O Freezer, assim que chegou, foi colocado em uma área restrita, onde não há contato dos apenados, até que fosse feita revista minuciosa com os equipamentos adequados. Nenhum apenado teve acesso ao freezer”, enfatizou Vivian.

A diretora ainda complementou que “qualquer objeto ou aparelho que sai do Presídio é minuciosamente verificado antes de ingressar de novo na Casa Prisional. O trabalho da Polícia Civil foi exemplar e em complementação ao trabalho dos agentes da Susepe logrou êxito na referida ação. Salientamos ainda que o trabalho realizado em conjunto dos órgãos da segurança pública tem sido um diferencial na nossa região, buscamos sempre estar em consonância com a Brigada Militar e Polícia Civil contribuindo nas investigações para o combate e repressão das ações criminosas”.

A APREENSÃO – No fundo falso do freezer, a Polícia Civil encontrou mais de um quilo de cocaína, mais de 3,5 quilos de maconha, 250 pontos de LSD, lança-perfume, 12 aparelhos celulares, 9 chips, 12 carregadores para celular, 15 fones de ouvido, 3 relógios, 2 garrafas de uísque, 2 correntes de prata, 1 película de celular e 1 controle de videogame.

A ação contou com apoio dos agentes penitenciários e foi parte de uma investigação policial contra o tráfico de drogas e organização criminosa que age na cidade, inclusive com ramificação dentro da Casa Prisional.

O inquérito policial está em andamento, tanto que a Polícia Civil não divulgou nomes nem as prisões relacionadas com a ação. O percurso que o freezer fez durante o período do conserto também é objeto da investigação.

Foto: Presídio Estadual de Canela/Divulgação
Foto: Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil/Divulgação
Foto: Polícia Civil/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido