InícioPolíticaGramado e Canela“Se o prefeito pode, eu também posso”, diz vereador

“Se o prefeito pode, eu também posso”, diz vereador

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – A investigação liderada pela Polícia Civil que apura suposto desvio de materiais de construção do Hospital de Caridade de Canela por dois servidores, um deles exercendo cargo de confiança junto ao Governo, foi um dos principais assuntos levados à tribuna da Câmara de Vereadores na sessão desta segunda-feira (12).

O vereador Jerônimo Terra Rolim (PDT), foi o crítico mais contundente nesse tema falando em casos de improbidade administrativa, de impunidade, citou outros casos envolvendo servidores e mencionou que com a intervenção do HCC pode ter casos “talvez, pior”.

“Torço para que seja mentira e que eles sejam inocentes. Mas se for verdade, porque fizeram isso? Nós temos que fazer essa reflexão. O cara ganhando alto salário, cargo de confiança, o prefeito escolheu, é gente do prefeito. Sabe porque eles fazem isso? Porque temos um prefeito condenado em uma ação de improbidade administrativa de mais de R$ 5 milhões (…) Se esses rapazes fizeram isso mesmo, roubando, subtraindo e fazendo peculato com o material do HCC, fizeram por um único motivo: porque eles acreditam na impunidade. Se o meu prefeito Constantino pode, eu também posso”, pronunciou.

Essa fala ocorreu no primeiro pronunciamento do parlamentar, no espaço do grande expediente, que é quando os vereadores se manifestam durante oito minutos sobre temas diversos. Por ser do grupo de risco para Covid, Rolim está participando das sessões de maneira virtual.

Ouça na íntegra o que disse o vereador:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido