Início Notícias Economia Vendas no Dia dos Pais devem ter queda de 30%

Vendas no Dia dos Pais devem ter queda de 30%

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Caxias do Sul apurou, por meio de pesquisa, que somente 39% dos consumidores consultados pretendem presentear no Dia dos Pais, que será comemorado no domingo, dia 9. No ano anterior, a intenção estava presente em quase 64%. Uma das razões é a redução acentuada na renda, apontada por 64% das pessoas ouvidas e atribuída à pandemia do coronavírus.

Com base nestas informações, e com o retorno da cidade à bandeira laranja no modelo de distanciamento controlado do governo estadual, a entidade estima recuo de 30% nas vendas na data na comparação com a mesma do ano passado. “Com as incertezas sobre a abertura do comércio, a população pode ficar em dúvida do que é ou não permitido. O consumidor está com dificuldade de decidir o que fazer, que traz desempenho negativo para economia como um todo”, avalia Carlos Alberto Cervieri, gerente administrativo financeiro da entidade.

Segundo o levantamento, o ticket médio será de R$ 188 por presente. Dos consumidores que devem presentear, 86% farão compras no comércio local. Em torno de 55% irão às lojas de rua do Centro, 15,5% nas de bairros e 8% em shopping. O comércio eletrônico foi opção de 8% dos entrevistados. “A pesquisa confirma que o caxiense não está familiarizado com as formas alternativas de compra, como o meio online, tele-entrega e pegue-leve. Apesar de quase 49% dos participantes afirmarem que estão comprando mais através do delivery, este volume é direcionado para restaurantes, lancheiras e fast foods, representando 63% das escolhas.

Apenas 11% dos entrevistados que passaram a consumir mais por meio da tele-entrega estão comprando vestuário remotamente. Isso comprova que grande parte das vendas ainda ocorre de forma presencial”, assinala. Itens de vestuário e moda (54%), calçados (16%) e perfumes e cosméticos (15%) devem ser os mais procurados para o Dia dos Pais.

Outras informações

  • 66% dos presentes serão destinados aos próprios pais, seguido de marido/namorado (23%) e de sogro (7%);
  • 90% agraciarão com demonstração de amor e gratidão;
  • 71% dos entrevistados consideram importante priorizar o comércio local em meio à crise econômica, sendo que 28% adquirem produtos exclusivamente na cidade;
  • 90% dos entrevistados disseram que suas compras para a data serão afetadas pelo coronavírus, sendo que 50% alegaram que prejudica muito;
  • 47% devem comprar na semana do Dia dos Pais (3 a 9 de agosto) e 13,4% na véspera ou no dia;
  • 48,5% dos consumidores pretendem pagar em dinheiro, 40,5% no cartão de crédito e 7% no cartão de débito;
  • 89,40% pesquisam produtos e preços antes de adquirir;
  • Entre os fatores que ajudam na decisão de compra estão atendimento digital ou por telefone (15,77%), entrega a domicilio (15,21%) e identificação clara dos preços (13,80%);
  • Além do presente, 86% pretendem fazer um almoço especial em casa e 10,% em restaurante;
  • 64% dos entrevistados disseram que a covid-19 afetou a renda da família, 20,84% afirmaram que prejudicou um pouco e 14,78% disseram que não foi impactada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido