Início Política Gramado e Canela Fedoca avalia seu governo como positivo

Fedoca avalia seu governo como positivo

Tempo de leitura: < 1 minuto

GRAMADO – Na manhã desta quinta-feira (31), último do governo de João Alfredo Bertolucci, a assessoria de comunicação da Prefeitura emitiu nota informativa com a auto avaliação da gestão pelo prefeito Fedoca. Ele destaca que encerra com o sentimento de dever cumprido e orgulhoso de ter administrado a cidade.

Segundo Fedoca, sua administração foi pautada pela transparência, ética, diálogo e probidade. “Fizemos uma administração que na parte das obras é conhecida, mas prefiro falar mais sobre os projetos, proposições e sobre as mudanças que a gente queria para a cidade. Trabalhamos para despertar consciências, pois Gramado vinha num crescimento desordenado. Adotamos políticas de sustentabilidade, gerando desenvolvimento sem se descuidar da natureza”, afirma o prefeito. Ele cita a questão da mobilidade, como as ciclofaixas previstas no Plano de Mobilidade Urbana. Segundo ele, são questões que contribuem para incentivar as pessoas a circularem de bicicleta ao invés de veículos, tanto para trabalho como para passeio.

Fedoca cita, ainda, a frequência das audiências públicas que possibilitaram que a população se manifestasse com relação a temas relevantes, como mobilidade, meio ambiente e plano diretor. “Nas nossas decisões sempre ocorreu a participação da comunidade. Algumas vezes, claro, através da representatividade das entidades da sociedade civil”, disse ele. Um exemplo é o novo Plano Diretor, desenvolvido por uma empresa especializada na área, com informações obtidas em pesquisas de campo e oficinas com a participação de representantes da comunidade.

No balanço do mandato, Fedoca relata, ainda, algumas conquistas importantes para a cidade, como maior controle da liberação de projetos de obras da construção civil e o tombamento cultural e histórico do Parque Knorr (onde hoje se situa a Aldeia do Papai Noel). Ele citou, ainda a instalação do Polo Véra Grin da Universidade Aberta do Brasil, que está proporcionando ensino superior gratuito aos gramadenses.

Fedoca também avalia que poderia ter feito mais em seu governo e citou o enfrentamento da greve dos caminhoneiros, três estiagens e a pandemia do coronavírus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido