Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

InícioExclusivo AssinantesImunização e ação no combate a fome

Imunização e ação no combate a fome

Tempo de leitura: < 1 minuto

GRAMADO – Além das boas condições climáticas e temperatura agradável, o sol que adornou a manhã de sábado (3) levou um brilho especial para celebrar a vida e a solidariedade.

Nesta data, na Expogramado, em sistema drive-thru ocorreu mais uma etapa da Campanha de Vacinação contra o Coronavírus com o público alvo de 64 anos ou mais. Durante a ação, os imunizados e familiares levaram um quilo de alimento não perecível que será doado para famílias em vulnerabilidade social durante a pandemia

Conforme a Secretaria de Saúde e Vigilância em Saúde, nesta faixa etária, 465 idosos foram imunizados. Inicialmente a vacinação seria apenas para 65 anos ou mais, porém com a agilidade da equipe de vacinação a faixa etária foi ampliada.

“Foi um dia muito bonito, de alegria de poder imunizar os nossos idosos neste drive-thru solidário, que além da ação de saúde é importante também de auxiliar as pessoas necessitadas”, disse Volnei Desiam, secretário Adjuto da Saúde que agradeceu as equipes das demais Secretarias que auxiliaram na ação. Ao todo, atuaram na ação cerca de 40 pessoas.

Moradora do bairro Linha Ávila Alta, Silvana Maria Prinstop, 65 anos, foi uma das pessoas agraciadas com a primeira dose e revelou um alívio de estar sendo imunizada. “É ótima esta sensação estou muito satisfeita, me sentindo mais segura é um momento difícil para todos, no meu caso, quase um ano somente em casa”, descreveu.

Morador da mesma localidade, o irmão de Silvana, Gilmar Antônio Prinstop, 62, está na expectativa de receber a primeira dose da vacina. Ele é mais um em milhares de contaminados pelo coronavírus e mesmo de ter sido infectado no início de fevereiro ainda sente consequências da doença.

“Passei por uns quatro dias bem ruins e ainda sinto algumas sequelas. Ficando mais em casa neste período e mesmo morando no sítio temos que ir nos reinventando. Logo estarei sendo vacinado também e esperando que volte tudo ao normal o mais rápidos e com a vacina sair este aperto que temos no coração”, finalizou.

Luis Carlos foi hospitalizado há 60 dias e recebeu a dose da vacina no sábado

Feliz pelo momento, Luis Carlos Ferraz de Moura, morador do bairro Carniel estava emocionado e contou dos momentos difíceis que passou, quando aproximadamente 60 dias ele e a esposa esteve hospitalizado com o coronavírus.

“É muita emoção, demorou a vacina mais chegou. Há cerca de dois meses eu e minha esposa ficamos hospitalizados, passamos por momentos ruins, não desejo isso para ninguém”, contou.

Texto e fotos: Tiago Manique – [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido