Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

InícioExclusivo Assinantes“Empresas não suportaram e acabaram fechando”, revela sindicalista

“Empresas não suportaram e acabaram fechando”, revela sindicalista

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – Com a dependência para fomentar a economia regional basicamente do turismo, o que direta ou indiretamente impacta em outras áreas, o comércio hoteleiro foi um dos mais atingidos neste período de pandemia.

Conforme Enedir Barreto, presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio Hoteleiro e Similares de Canela (SECHSC), entre os 15 municípios de representatividade da entidade, havia 1.400 trabalhadores associados antes de começar o período pandêmico.Atualmente, este número está em 750.

“Tendo em vista que nossa categoria é de hotelaria e gastronomia, sabemos que foi uma das áreas mais atingidas. Neste período, o nosso atendimento foi intenso via telefone e Whatsapp, pois grande parte do tempo não foi possível atendimento presencial. Apesar de fazermos todos os acordos possíveis e que estiveram ao nosso alcance, não teve como evitar demissões. Empresas não suportaram e acabaram fechando. As demissões foram gradativas”, disse.

Sobre o momento atual, Barreto demonstrou preocupação e projeta que somente a vacinação da população normalizará a atividade econômica para retomada das vagas de empregos.“A nossa esperança é que com a vacinação em massa haja uma mudança de cenário e as empresas voltem gradativamente com as atividades normais e, consequentemente, readmitindo”, projetou.

Além de Canela, o SECHSC atua também em Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, sendo estes de maior representatividade no setor. Outros municípios que também compõe são: Igrejinha, Três Coroas, Taquara, Riozinho, Rolante, Parobé, Picada Café, Jaquirana, São José dos Ausentes, Cambará do Sul, Arroio do Sal e Bom Jesus.

Texto e foto: Tiago Manique – [email protected]

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido