Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

InícioColunistasDireto da RedaçãoComissão do Plano Diretor

Comissão do Plano Diretor

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Câmara de Vereadores instalou uma comissão temporária para revisar e contribuir com a atualização do Plano Diretor de Canela. A comissão é formada por Alfredo Schaffer (PSDB) como presidente e Carla Reis (MDB) como relatora, os vereadores José Vellinho Pinto (PDT) e Jeferson de Oliveira (MDB) também integram o grupo.

“Essa é uma das mais importantes comissões dessa Casa nos últimos nove anos. Essa comissão vai versar sobre a importância de atualização do Plano Diretor da cidade. Isso é um tema que envolve a todos, quem trabalha, que mora, quem vai construir, a mobilidade…Essa comissão, junto com a Prefeitura e o Conselho do Plano Diretor, vai buscar o direcionamento correto sobre pra onde a cidade deve crescer e de que forma deve crescer. Vai definir regras para um crescimento sustentável”, pronunciou Schaffer na tribuna durante a sessão.

E no início desta semana já ocorreu importante reunião com o secretário de Meio Ambiente Jackson Müller, que forneceu os trabalhos já realizados no estudo. A atualização do Plano Diretor foi iniciada em 2019. O Plano Diretor é um conjunto de medidas que servem para planejar o desenvolvimento e ordenamento da expansão do município.

Sobre este tema, a coluna conversou com Schaffer durante a semana. O vereador, que é o proponente da criação dessa comissão, enfatizou a importância do Plano Diretor para o ordenamento e desenvolvimento da cidade. “Essa atualização é uma das coisas importantes para uma cidade. Envolve tudo, mexe com tudo e desde 2012 não atualizado”, comentou.

Depois de concluído, o Plano Diretor passará pela aprovação na Câmara de Vereadores. “Depois a Câmara vai ter que referendar o Plano Diretor, então é fundamental que o legislativo participe desse processo de construção do conteúdo”, finalizou.

Vereador Jonas

O vereador Jerônimo Terra Rolim (PDT) se licenciou dos trabalhos legislativos para realizar um tratamento de saúde. Durante duas sessões, nessa semana e na próxima, sua cadeira na Câmara fica ocupada pelo suplente Jonas Bernardo.

Ajuste de Conduta

Pertinente o Pedido de Informações do vereador José Vellinho Pinto aprovado na sessão desta semana. Ele quer uma cópia de todos os Termos de Ajuste de Conduta (TAC) que estão pendentes na Secretaria de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana, além de cópia dos que sofreram alguma alteração desde 2017.

O Canil Municipal que está sendo construído ali no Banhado Grande é um exemplo positivo de TAC que foi firmado entre Prefeitura e Ministério Público. O complexo está virando realidade com os custos bancados pelo Parque Bondinhos Aéreos por meio de uma compensação ambiental. O valor aproximado é de R$ 250 mil.

Sugestão pertinente

Auspiciosa a sugestão do vereador Felipe Caputo para que a Prefeitura estude a viabilidade de incluir no currículo escolar temas como a conscientização da causa animal, doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), gestação precoce, prevenção ao suicídio e depressão. A intenção é contemplar as redes pública e privada. A sugestão é bem boa.

Nesta mesma linha, o vereador Jerônimo Terra Rolim reeditou sugestão para que se faça projeto de lei incluindo o ensino de trânsito nas escolas municipais.

Se prestarmos atenção no que sevê aí por Canela, cada uma dessas pautas são muito pertinentes…

Banco de alimentos

Me chamou a atenção outro dia uma Indicação do vereador Alberi Dias (MDB). A sugestão dele é a criação de um banco de alimentos em Canela. A ideia do vereador não recebeu a devida importância, mas lhes digo, é uma sugestão muito importante. Nossas autoridades deveriam pensar nisso com carinho.

Durante sete anos (2012-2019) o Jornal Integração teve um jornal diário em Caxias do Sul e eu tive a oportunidade de atuar como jornalista ali na segunda maior cidade do estado. Caxias tem um banco de alimentos e em mais de uma ocasião escrevi reportagens sobre a instituição. É algo fantástico.Vai além de receber doações e organizar um cadastro de famílias. Um banco de alimentos em Canela ampliaria o atendimento podendo envolver restaurantes, mercados, fruteiras e produtores, e liberaria a Secretaria para cuidar de outras demandas inerentes a sua competência.

É política…

Muitas matérias que constam na ordem do dia da Câmara de Vereadores de Canela possuem viés meramente político. Boa parte dos pedidos de informações, por exemplo, poderiam ser sanados lendo o jornal ou navegando no Portal da Transparência do Município…

Trabalhando, dá!

“O governo vive de um pedaço do setor privado. Se o setor privado não funciona, o governo afunda junto… Estamos vivendo no Brasil a ilusão mais perigosa que destruiu muitos países, que é a ilusão de achar que um país que não trabalha pode ser sustentado por seu governo”.O título desse tópico é a expressão favorita do diretor do JI, Cláudio Scherer, e a frase foi dita pelo vice-prefeito de Porto Alegre, Ricardo Gomes (MDB), durante uma live transmitida domingo (11) pela página do deputado estadual Zucco (PSL). E não é?

Voz aos idiotas

“A gente vê manifestações deploráveis. Infelizmente o Facebook deu voz aos idiotas, antigamente os idiotas ficavam fazendo idiotices em casa, no bar, e agora eles estão ali querendo discutir com quem se aprofunda nos assuntos como se fossem eles os doutores da situação. E se tu trouxer algo mais técnico tu é o ruim, o errado, quem mandou estudar, o bonito é ser burro. É cansativo”.

Essa frase foi dita pelo vereador Jerônimo Terra Rolim (PDT) no final da sessão legislativa de semanapassada (12). Claro que a fala foi direcionada a algum colega vereador, mas o que me toca a reproduzir essa manifestação é o campo social da internet, pois traduz a realidade.Como já disse Umberto Eco: “o drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”. E não é?

Bandeira vermelha

Ficamos além do tempo necessário em bandeira preta por pura teimosia do governador Eduardo Leite. Nossa região já poderia ter evoluído para bandeira vermelha ainda na outra semana, algumas regiões já poderiam, inclusive, estar em bandeira laranja com protocolos de amarela.

Ontem à tarde, a taxa de ocupação dos leitos de UTI aqui na nossa região estava em 88%, a ocupação dos leitos Covid fora da UTI em 38% e o uso de respiradores em 64%…

“Só o governador do RS é quem não vê as melhoras gritantes no combate a Covid e insiste em manter o Estado em bandeira preta. Se ele tivesse sido empreendedor um dia na vida pensaria diferente. Não sabe a importância de ir buscar o sustento diário, sem ter o salário garantido”, escreveu o deputado federal Bibo Nunes em sua rede social. E não é?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido