InícioEconomiaSerra GaúchaNova Petrópolis faz reunião com Casa Civil para flexibilizar protocolos

Nova Petrópolis faz reunião com Casa Civil para flexibilizar protocolos

Tempo de leitura: < 1 minuto

NOVA PETRÓPOLIS – O prefeito Jorge Darlei Wolf, o vice Martim Wissmann e o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Rodrigo Santos, participaram na tarde de terça-feira (23) de uma videoconferência com o Secretário Chefe da Casa Civil do Estado, Artur Lemos. O objetivo da reunião foi buscar flexibilizações para o segmento turístico nos protocolos do Modelo de Distanciamento Controlado.

“Somos sensíveis e estamos atentos às necessidades de cuidados sanitários que o momento exige. Por outro lado, temos no turismo um segmento fundamental para o nosso município e para a nossa região. É inviável mantê-lo fechado após tanto tempo de crise. Os nossos estabelecimentos turísticos são referência em qualidade e certamente têm condições de receber o público com toda a segurança que este momento exige”, afirma o prefeito Jorge Darlei Wolf.

Expoentes do turismo na Região das Hortênsias, os parques temáticos seguem fechados ao público, mesmo com a vigência da cogestão para a bandeira preta. A reabertura dos parques foi um dos pontos defendidos pela Administração Municipal junto ao Estado. Outra reivindicação é a autorização para o funcionamento do comércio aos finais de semana.

Representantes dos municípios de Gramado e Canela também participaram da videoconferência com o secretário Artur Lemos. Após a reunião, a Prefeitura de Nova Petrópolis encaminhou um ofício com as demandas à Casa Civil.

Durante a manhã de terça-feira (23), o secretário de Turismo, Rodrigo Santos, participou das manifestações realizadas junto aos pórticos nos acessos aos municípios de Gramado e Canela.

“Todos os estabelecimentos do turismo ficaram mais de três semanas com as portas fechadas, entendendo a situação e seguindo os protocolos da bandeira preta. Com a cogestão, esperavam poder retomar aos poucos as suas atividades. Sem essa autorização, passamos a ter sérias possibilidades de demissões e até de fechamento de empresas”, destaca o secretário Rodrigo Santos.    

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido