InícioCoronavírusGramado e CanelaJuiz suspende por liminar retorno da cogestão

Juiz suspende por liminar retorno da cogestão

Tempo de leitura: < 1 minuto

ESTADO – O juiz da 10ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central de Porto Alegre, Eugênio Couto Terra, suspendeu no final da noite de sexta-feira (20) o retorno da cogestão e as medidas anunciadas pelo governador Eduardo Leite que incluíam a liberação de atividades no comércio em geral.

Leia a decisão na íntegra:

Na liminar, o juiz afirma que a situação atual da pandemia no Rio Grande do Sul evita que seja possível a flexibilização das atividades. A decisão foi uma resposta à ação civil pública impetrada pelos sindicatos do Estado, como o Cpers-Sindicato (que representa os professores das escolas estaduais), o Sindicato dos Municipários (Simpa), o Sindisaúde (que representa os profissionais de saúde), e centrais sindicais, como a CUT e a Intersindical. 

O juiz Eugênio Couto Terra solicita que o Estado apresente justificativas para as flexibilizações e também intima a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para mostrar informações preliminares em até 72 horas.

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido