InícioNotíciasSummit e povoamento açoriano recebem homenagem

Summit e povoamento açoriano recebem homenagem

Tempo de leitura: < 1 minuto


GRAMADO
– Durante sessão solene da Câmara de Vereadores, realizada na terça-feira (21), os vereadores entregaram duas Moções de Aplausos. Na ocasião, foram homenageados o evento Gramado Summit, em uma proposição do vereador Celso Fioreze (PSDB), e os 270 anos do povoamento açoriano no Rio Grande do Sul, proposta pelo vereador Roberto Cavallin (Progressistas).

Em seu pronunciamento, o empresário Marcus Rossi destacou o empreendedorismo que Gramado leva em seu DNA e citou a história de sua mãe, Marta Rossi, como um exemplo a ser seguido. “Diga para um gramadense que não é possível, vocês verão em menos de um ano algo gigante”, declarou o idealizador da Summit.

Ângela Saionara de Oliveira fez o uso da palavra em tribuna representando a homenagem ao povoamento açoriano. Ela falou do orgulho em celebrar suas raízes e agradeceu o reconhecimento, destacando, também, o trabalho da historiadora Marília Daros. “Deixou um legado muito grande, sempre disse para nosso povo encher o peito e dizer que somos descendentes de português. Essa homenagem é para nós motivo de orgulho. Estamos muito felizes, esse momento nos enche de autoestima”, disse, emocionada. No final da cerimônia, a comunidade portuguesa em Gramado ofereceu um coquetel aos convidados com comidas típicas.

Gramado Summit

Fotos: Letícia de Lima/Câmara de Gramado

O empresário Marcus Rossi criou o evento de inovação em Gramado e alcançou projeção internacional em três anos. A primeira edição foi desafiadora. Inspirado na Web Summit (maior conferência do mundo na área de tecnologia), o empreendedor queria reunir startups em estágio inicial e marcas já consolidadas no mercado em um mesmo ambiente.
Foi pelo esforço para convencer empreendedores gaúchos que Marcus concretizou o sonho e realizou a primeira edição do evento, em agosto de 2017. Na época, foram cerca de 800 visitantes e 40 palestrantes. Antes de ganhar notoriedade, o negócio começou justamente com o apoio financeiro de apenas R$ 30 mil da empresa familiar, que foram devolvidos já após a primeira edição.

A transição que levou o evento a se tornar uma empresa aconteceu durante a segunda edição. Com o sucesso do primeiro ano e os holofotes do mercado voltados para a edição de 2018, Marcus criou uma empresa, também chamada Gramado Summit. A terceira edição, realizada em 2019, foi um sucesso. Participantes de todos os estados brasileiros estiveram presentes no evento, bem como expositores internacionais, a exemplo de Canadá, Mônaco e Hong Kong.

Depois veio a pandemia, mas Marcus Rossi seguiu se reinventando, criando protocolos de segurança pioneiros, baseados em soluções tecnológicas. Além disso, trouxe em 2020 ao Brasil o Lobo de Wall Street para um evento imersivo.
A última edição do evento, realizada em abril deste ano, bateu recordes de vendas e de participantes. Foram mais de 6 mil visitantes e quase 300 empresas expositoras. Para 2023, a conferência já tem data confirmada: de 12 a 14 de abril.

Povoamento açoriano no Estado

Fotos: Letícia de Lima/Câmara de Gramado

Neste ano de 2022 celebra-se 270 anos do povoamento açoriano no Estado. No RS chegaram os 60 casais (em torno de 300 pessoas), enviados pela Coroa Portuguesa a juntar-se aos outros lusitanos que aqui já estavam. O objetivo da colonização açoriana era garantir a soberania portuguesa sobre o novo território conquistado da Espanha através dos Tratados de Madri e Santo Ildefonso, além, é claro, de garantir melhores condições de vida aos colonizadores que em sua terra natal enfrentavam terremotos e terras inapropriadas para as atividades agrícolas e pastoris.

Gramado faz parte dessa história, pois Tristão de Oliveira e José Manuel Corrêa são descendentes dessas famílias originárias do Arquipélago dos Açores, em Portugal, sendo os pioneiros povoadores de nossas terras, ambos tropeiros.

Atualmente vivem muitos descendentes luso-açorianos em Gramado, sejam pelos tropeiros Tristão e Manuel, que de suas tropeadas deram origem ao nome de Gramado, ou por outros ramos Açor descendentes, mas todos entrelaçados por sua cultura e o modo simples de viver e de um bem-querer às demais etnias que tão bem souberam receber.

Algumas famílias são: Oliveira, Corrêa, Cardoso, Moura, Gil, Dutra, Castilhos, Abreu, Narciso, Pereira, Dias, Paim, Bastos, Moreira, Rodrigues, Rosa, Nascimento, Silva, Silveira, Teixeira, Nunes, Martins, Freitas, Ferreira, entre outras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido