Início Política Gramado e Canela Melhor qualidade de vida e moradia digna

Melhor qualidade de vida e moradia digna

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – O candidato a reeleição pelo MDB, Constantino Orsolin, sublinhou na entrevista desta semana sobre Habitação e Assistência Social, que oito loteamentos recebem atenção para serem regularizados em Canela, os trâmites de uns estão mais avançados que outros. O Loteamento Adão Miroti também foi assuntado no bate papo, veja o que disse Orsolin sobre este e outros temas:

1 – Quais seus projetos para a área da habitação social?

Nosso governo não promete, ele faz! E quem diz isso é o povo de Canela que está reconhecendo o trabalho que é desenvolvido em nossa cidade. Na área da Assistência Social e Habitação não é diferente, pois temos diversas ações em andamento que visam proporcionar melhor qualidade de vida e oferecer moradia digna para centenas de famílias. Esse é um problema que se arrasta ao longo de décadas e que não será resolvido em apenas quatro anos. Atualmente a administração municipal está atuando em oito loteamentos, seja executando serviços para levar infraestrutura urbana ou realizando trabalhos burocráticos para regularização destas áreas. Nossa estimativa é de que cerca de 400 famílias sejam beneficiadas com a regularização destes oito loteamentos.

2 – Qual seu posicionamento com relação aos logradouros ocupados de forma irregular?

Além do trabalho que já está em andamento, nosso plano de governo prevê a elaboração de novas políticas públicas de regularizações fundiárias e urbanas. Para isso, é fundamental a manutenção de estratégias integradas com outros órgãos e empresas como o Ministério Público, a Corsan e a RGE. No atual governo intensificamos as ações para atacar de forma permanente as invasões clandestinas, controlando efetivamente o crescimento não planejado da cidade.

3 – E acerca dos loteamentos já consolidados, mas que ainda estão sem regularização fundiária?

Caso a população de Canela opte pela continuidade do nosso projeto estamos prevendo a elaboração de novas políticas públicas de regularizações. Se de alguma forma o poder público permitiu ao longo dos anos a consolidação desses loteamentos, agora é preciso oferecer infraestrutura adequada como abertura de ruas, rede de água e energia elétrica. O MDB de Canela sempre teve uma atenção especial para com os menos favorecidos. Além disso, todo cidadão tem direito à moradia digna, está na Constituição Federal de 1988.

4 – Como pode ser resolvida a questão que envolve o Loteamento Adão Miroti? Bem como os demais com problemática semelhante?

Este loteamento está em uma Área de Preservação Ambiental (APP), portanto, não existe a possibilidade das famílias seguirem residindo naquele local. A Prefeitura comprou outra área neste nosso governo, que inclusive recentemente recebeu a licença de operação, para onde serão deslocadas 79 famílias que atualmente estão no Adão Miroti e que previamente foram cadastradas pela Secretaria de Assistência Social. Além do Miroti o nosso governo também está trabalhando na regularização e urbanização de outros oito loteamentos: o Reviver já teve abertura de ruas e iluminação pública finalizadas e a próxima fase é a instalação da rede de água; o Recomeçar teve a licença de operação emitida recentemente e próxima etapa consiste na abertura de ruas; o Alberi Corrêa está em fase final de regularização; o Edgar Hack 1 teve ruas abertas e a rede de água está sendo instalada numa parceria entre administração e Corsan, sendo que os próximos passos são a instalação de drenagem nas ruas e rede elétrica; já os loteamentos Edgar Hack 2, Tiririca e Correia estão em fase de cadastramento das famílias e identificação das residências; e ainda temos o Renascer que já possui duas famílias residindo e está com a 5ª casa sendo construída.

5 – E com relação ao projeto do Loteamento Renascer? Será dado sequência?

Sim! O Loteamento Renascer já recebeu infraestrutura e agora está na etapa de ocupação dos lotes. Ao todo serão 26 famílias de baixa renda – já selecionadas – beneficiadas com terrenos comercializados a preços populares, com prazo de 20 anos para pagamento. Duas famílias já estão residindo no local e neste momento está sendo construída a 5ª casa.

6 – Quais os principais projetos que pretende desenvolver na área social?

São muitos os projetos do nosso plano de governo na área social. Mas destaco um que tenho carinho especial que é o Centro Esportivo do Grande Canelinha, que vai proporcionar um espaço de lazer e convivência para uma região da nossa cidade que possui uma grande população. São pessoas simples, humildes, que terão uma área pública com muitos atrativos para desfrutar. Pistas de corrida, de caminhada e de skate, quadras poliesportivas, áreas verdes e até um lago fazem parte do projeto. Será um espaço para praticar esportes, reunir amigos e familiares, fazendo com que pessoas de bem ocupem uma área pública que antes era degradada.

7 – De que forma pretende ajudar as mulheres em situação de violência doméstica?

Este é um tema extremamente importante e que foi agravado neste período de pandemia tendo em vista o número crescente de violência contra as mulheres em todo o país e no mundo. Vamos dar continuidade e fortalecer os serviços da Secretaria de Assistência Social especializados no atendimento e enfrentamento à violência contra as mulheres. Além disso, já adquirimos um terreno com uma casa de passagem para abrigar mulheres vítimas de violência e agora estamos na fase de implementação deste serviço.

8 – Algo reservado para a melhor idade?

Sim! Além de manter a parceria com o Oásis Santa Ângela, realizando ações em benefício da entidade, o nosso plano de governo prioriza a construção do Centro de Convivência para Idosos, próximo ao Sesi. A população está envelhecendo e muitas famílias não possuem condições de cuidar adequadamente de seus idosos, já que os demais membros na maioria das vezes precisam trabalhar para garantir o sustento. Por isso, este é um serviço extremamente necessário nos dias atuais.

9 – Quais os planos para o cuidado de crianças e adolescentes?

Vamos expandir campanhas educativas nas escolas referentes às drogas, o álcool, o fumo e as doenças sexualmente transmissíveis, além de promover campanhas de planejamento familiar como forma de prevenção a gravidez precoce. A continuidade do turno integral nas escolas municipais, assim como remodelação de praças e parques também é fundamental para ocuparmos crianças e jovens de forma saudável.

10 – Haverá algum programa de acolhimento/tratamento às pessoas com dependência química?

Sim! Vamos dar continuidade na parceria com algumas instituições que prestam serviços de apoio e atendimento aos dependentes químicos. Queremos aprimorar e aperfeiçoar ações para combater este mal que atingi e provoca graves sequelas em muitas famílias.

11 – O candidato tem a intenção de ampliar o CRAS para outros bairros, bem como algum outro programa social?

A nossa intenção é remodelar e ampliar os CRAS já existentes no município. Cito como exemplo a região do grande Canelinha que possui uma enorme demanda nesta área e por isso não descartamos a possibilidade de construirmos outro CRAS para atender as necessidades da população local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido