Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

Trabalhando dá

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Governo do Estado antecipou sua previsão para completar a primeira dose para o dia 7 de setembro, antes era para o dia 20. Sim, pois o Ministério da Saúde também aumentou sua previsão de entrega de doses para agosto chegando a 63,3 milhões. Nós somos 160 milhões de brasileiros “alvo”, pois crianças e adolescentes (até 18 anos) não são previstos para a vacinação. E, segundo o Ministério da Saúde, já foram aplicadas 125,6 milhões de doses, atingindo 90,8 com a primeira e 34,8 já com a segunda dose ou com a dose única da Jassen. Assim, também vemos o número de doentes graves diminuir. Assim, as regras de distanciamento também vão frouxando, ao ponto de que também pela metade de setembro não tenhamos mais limitações para ocupação de hotéis e restaurantes e para os eventos. E tudo isso ocorrendo de acordo com o planejado, a variante Delta, deverá ser a última desta pandemia e já sem forças para causar maior estrago. E a engrenagem econômica gira. Amém!

Outras preocupações

Com a pandemia muitos trabalhadores que perderam seus empregos voltaram para as suas cidades de origem, em razão dos altíssimos aluguéis que se paga em Gramado. E como Canela não para de gerar vagas este município também reduz sua oferta aos vizinhos. Portanto é urgente e já tarde até, que se pense nisso, sob pena de colapsar o sistema. Coisa que está na iminência e já pode ocorrer neste Natal. Isso vai elevar os salários que precisam ser pagos pelos empresários para que os trabalhadores possam voltar, para se ter uma ideia das implicações disso. Como está se discutindo o Plano Diretor, que se crie as condições para construção de apartamentos mais baratos, possíveis de serem financiados por trabalhadores. É bonito dizer que somos uma cidade que preserva a vista das copas dos pinheiros, mas é preciso planejar direito, há espaços que podem ser flexibilizados para receber prédios residenciais com estas características.

Nove anos

É o tempo que levará até se pagar o efeito da pandemia. E, como já disse várias vezes, quem mais vai pagar são exatamente os menos favorecidos. Aqueles sem formação especial profissional cada vez mais ficarão à margem dos melhores salários e até dos empregos, ainda que os mais simples.
Os efeitos nefastos são os mais diversos possíveis. Primeiro o estrago político que causou dividindo ainda mais a população que radicaliza cada vez mais sua posição contra a oposição ao seu pensamento. Depois a falta de insumos para inúmeros produtos, dos mais diversos setores, elevando os preços a níveis inacessíveis para cada vez mais gente de produtos essenciais, como carne e gás, por exemplo. E, não menos grave, a transformação de muita coisa ao mesmo tempo elimina vagas de empregos em número gigantesco deixando muita gente na lama. É preciso treinar as novas atividades.

Pintura

Uma parceria público privada (PPP), permite dar nova vida às cabanas do Centro de Cultura. E estavam mesmo precisando. Como definiu o Ricardinho (Ricardo Reginatto, Secretário de Cultura): estava faltando um “carinho”. Essas tais de PPPs de longa data são previstas, muito citadas por candidatos, mas é neste governo do Nestor que estão sendo definitivamente colocadas em prática. O negócio é bom para os dois lados. Empresas fazem sua propaganda, o local vai ficar lindo e o município economiza. Parabéns aos envolvidos, especialmente à Miriam Roloff, do Centro de Pinturas Gramado, que fez a intermediação entre as partes.

Mais PPP´s

Embora em sistema um pouco diferente os projetos apreciados pelos vereadores ontem à noite em sessão extraordinária também poderiam ser consideradas PPPs, já que são empresários ocupando e dando vida a espaços públicos. Estavam na pauta de ontem quatro projetos que devem ter sido aprovados, mas a coluna fechou antes da sessão.

Engrenagem Criativa

O programa de sábado passado foi transmitido do estúdio da Rádio Integração. Evandro Vargas, Daniel Santos e eu discutimos sobre os principais temas da economia local e regional. O programa de amanhã promete, não perca a partir das 10 horas, ao vivo pelo site leiafacil.com ou, com imagens, no Facebook.

A Mina

Assisti presencialmente a live da sanfoneira Bia Socek, segunda-feira à noite, no parque A Mina, lá junto ao Parque Tomasini. Não é à toa que alcança os milhões de seguidores na grande rede. E, na ocasião, contou com a participação da não menos talentosa Luiza Barbosa – The Voice Kids 2019 da Globo -, ali de Sapiranga. Juntas formam a dupla perfeita. Até rolou uma participação do nosso gaiteiro gramadense Tiago Wagner, que estava ali apenas para prestigiar mas acabou envolvido. Só no Facebook essa transmissão já alcança as 400 mil visualizações.

Números que impressionam

Tive acesso aos números do primeiro quadrimestre de 2021 da secretaria da Saúde de Gramado. O relatório é amplo e por isso seguiremos o estudando e repassado aos nosso leitores aqui do impresso e no digital, aos poucos. No período nasceram 219 bebês, 110 guris e 109 meninas, 18% de parto normal e 82% de cesariana e faleceram 166 moradores. Portanto Gramado teve mais nascimentos do que mortes, ao contrário do Estado. Nos quadros podemos conferir os medicamentos mais populares consumidos pelos gramadenses nos quatro meses:

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido