Início Exclusivo Assinantes Pouco tempo de treino e muita conversa para a estreia

Pouco tempo de treino e muita conversa para a estreia

Tempo de leitura: < 1 minuto

REGIÃO – Faltando pouco mais de dois meses para o encerramento de 2020, que a temporada vai começar para a Associação Toque de Letra de Futsal (ATLF). Devido a pandemia, muitas competições programadas não ocorreram e outras que se iniciam estarão em formatos diferentes, para que pudessem ser possibilitadas.

A ATLF mesmo com as dificuldades de formar o grupo para esta temporada, devido as incertezas ocasionadas pela pandemia, confirmou participação e domingo (25) estreia, em Camaquã no Estadual Sub-15, onde tentará defender o título.

O formato foi modificado pela Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS). Para viabilizar o campeonato, por questões financeiras e de logística, duas rodadas serão realizadas em um único dia, com as partidas ocorrendo em cidades sedes, escolhidas por sorteio.

Além de Camaquã, Gramado também foi sorteado, porém devido à paralisação das atividades esportivas, o Toque de Letra deve levar os jogos para Nova Petrópolis., previsto para ocorrer no dia 21 de novembro. Classificam para a semifinal, os dois melhores de cada chave, sendo que estes confrontos até a final serão dois jogos, no formato de ida e volta.

Além da ATLF, fazem parte do grupo A, o Craquinho de Camaquã e a Aleefa de São Leopoldo, sendo este o adversário de estreia às 13h30 e pouco mais tarde, às 17h, o segundo confronto será diante dos donos da casa às 17h.

Para esta competição, foram cerca de 30 dias de preparação, pouco para encarar um campeonato e a meta, segue sendo a aplicada no ano passado que será de tentar pontuar a cada jogo. Léo Frazão técnico da ATLF reconhece que por estes poucos dias de preparação não é o ideal para aprimorar as partes técnicas, táticas e físicas, mas que na base da conversa e conseguir aproveitar o máximo nos treinamentos podem serem amenizadas.

“Será um desafio enorme, estamos procurando fazer o melhor possível, trabalhando e nos dedicando, esta semana foi de muita intensificação nos treinamentos, para que consigamos chegar mesmo com estas dificuldades com condições de competir, pois exigirá muito da garotada, pois serão dois jogos em um único dia”, comentou.

Sobre os adversários, Léo elogiou a Aleefa pela tradição e por ter um padrão de jogo definido a mais tempo e mesmo sem conhecer detalhes do Craquinho, destacou que por estar habilitada em um campeonato estadual, será também um adversário de muita qualidade. “Se estas equipes estão no estadual não tem facilidade, estamos cientes que teremos duas pedreiras e com todas as dificuldades que vamos enfrentar, procurar fazer o nosso melhor”, enfatizou.

Sucesso no ano passado, além da parte esportiva, a gestão administrativa e logística foram essenciais para a conquista do título, algo novamente elogiado por Léo. “O Cláudio da Vento Sul Turismo, nosso gestor, dando todo o suporte, assim como a nossa comissão técnica continuam ajudando, cada um com sua função e além é claro, dos pais que estão sempre engajados e agora assim como nós, ansiosos para começar a competição”, disse.

Estreante e experiência

Com praticamente todo grupo novo em relação ao ano passado, um dos estreantes na equipe do Toque de Letra será o fixo Luizinho. Com muitas competições municipais e escolares no currículo, ele terá a incumbência de ser o capitão da equipe. Além desta responsabilidade, ele falou sobre as mudanças positivas para ele a partir do momento que começou a fazer parte do grupo, além de prever muitas dificuldades para os primeiros jogos.

“Venho buscando melhorar a cada treino, o professor Léo falou de unir bastante o grupo e quando falou que eu seria o capitão pediu para ajudar e orientar os colegas para que todos se dediquem nos treinamentos. Sobre os adversários, sabemos que será bem difícil, mas nos unindo, com garra e dedicação vamos buscar no final de semana os seis pontos”, enfatizou.

Único remanescente do título do ano passado, o pivô Dudu mencionou que conversou com os colegas sobre a diferença de competições estaduais e locais, admitiu que a experiência de atuar ano passado o ajudou muito e para esta temporada elogiou a qualidade do grupo e acredita que, mesmo sem tempo disponível para treinos as conversas e dedicação terão que compensar.

“A experiência foi muito boa no ano passado e neste ano, mesmo sem tempo para treinar o grupo tem muita qualidade e vamos procurar fazer o que estamos fazendo nos treinamentos e a tendência de ir bem na competição, pois em um campeonato deste nível tudo é diferente, o tempo de jogo e muito mais pegado e intenso, temos que ter concentração, ser forte e muita conversa para chegar as vitórias”, finalizou.

Transmissão ao vivo

Como nas partidas não será permitida a presença de público, os torcedores da Associação Toque de Letra de Futsal (ATLF), mesmo sem poder frequentar as arquibancadas, estarão próximo da equipe. Jornal Integração em sua página no Facebook e a Rádio Integração Digital, transmitirão todos os jogos da primeira fase da ATLF nos Estaduais Sub-15 e Sub-17.

E as emoções iniciam já neste domingo (25) com dois jogos sendo transmitidos ao vivo pelo Sub-15. Às 13h30, tem ATLF x Aleefa e às 17h, ATLF x Craquinho. Os torcedores poderão acompanhar ainda após as partidas, entrevistas coletivas ao vivo, com todos os detalhes. A narração será de Tiago Manique, reportagem e comentário de Fernando Gusen.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido