Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

InícioExclusivo AssinantesFim de semana de definições para a eleição

Fim de semana de definições para a eleição

Tempo de leitura: < 1 minuto

REGIÃO– Com as proximidade das convenções os partido políticos estão tendo que tomar uma decisão e anuncia-la ao eleitor sobre as candidaturas que levarão às urnas em 15 de novembro. A data limite é dia 16, mas a maioria das agremiações vai aproveitar este final de semana para reunir seu diretório e definir os nomes que serão levados à campanha para conquistar o eleitorado.

Após isso os nomes dos candidatos a prefeitos, vice-prefeitos e vereadores serão avaliados pela Justiça Eleitoral, e os aprovados iniciam a campanha dia 27 de setembro. A partir deste dia, pelo calendário eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os candidatos poderão se utilizar de todos os meios para se divulgar, inclusive a internet, com o nome e o número. É a oportunidade de o candidato dizer os motivos que o levaram a disputar o pleito. Seus planos, projetos e intenções. E a criatividade para fazer este convencimento pode ser decisivo.

O eleitor estará atento e terá pelo menos 80 candidatos a vereador, tanto o de Canela quanto o de Gramado, para escolher um. Em Canela deverão ser confirmados dois concorrentes a prefeito, Constantino Orsolin já está definido pelo MDB e o PDT deverá confirmar o nome de Gilberto Tegner, Tolão. Em Gramado serão três postulantes a prefeito, Nestor Tissot (PP), Evandro Moschem (MDB) e Gilberto Tomasini (PSDB).

Até ontem à noite, 17 estavam definidos, são os pré-candidatos do Republicanos de Canela que já fez a sua convenção sábado passado (página 07).

Canela deverá ter dois candidatos a prefeito

O prefeito Constantino Orsolin (MDB) confirmou esta semana que vai à reeleição com a mesma chapa do pleito passado, com Gilberto Cezar (PSDB) de vice, a convenção dos dois partidos será amanhã (página 06).

O sonho do prefeito, de que fosse o único concorrente no pleito, parece distante. O PDT segue indefinido, tem dois pré-candidatos, José Vellinho Pinto e Gilberto Tegner (Tolão), mas não cogita, pelo menos não admite através do presidente Gino Bazzan, a possibilidade de coligar com o MDB, oferecendo o apoio mesmo sem ter a vaga de vice que já foi definida no MDB.

A preferência dos pedetistas é por uma coligação com o PP, mas a negociação não evoluiu. Até mesmo as lideranças estaduais tentaram interferir, mas até ontem não lograram êxito. “O presidente do PP, Celso Bernardi e o presidente do PDT, Ciro Simoni, estão empenhados na coligação PDT e PP em Canela. Consideram de relevância esta vitória política de Canela para o melhor da cidade”, disse uma fonte do Jornal Integração.

Haveria uma rachadura muito grande no Progressistas com muitos resistentes à coligação com o MDB em razão dos resquícios das últimas quatro eleições que se centralizaram nestes dois partidos. “Parece que só o Erni (Schafer, presidente do Progressistas) quer apoiar o Constantino”, disse uma fonte do Integração.

Segundo o presidente do PDT, Gino Bazzan, já estão acertados na coligação com os trabalhistas o PL, PT e PC do B. O presidente do Progressistas, ErniSchafer, confirmou ao Integração ontem que houve o contato do presidente estadual, Celso Bernardi, mas que “não muda nada”, rechaçando a coligação com o PDT. Ainda assim, porém, Schafer não pôde antecipar se o Progressistas vai oferecer apoio ao Constantino ou manter os 1.179 filiados livres para decidir em quem votar para prefeito.

Conforme ele, ainda esta semana foram feitas reuniões na tentativa de ter um candidato próprio, mas acabou não sendo possível para esta eleição. Embora avalie positivamente a gestão de Constantino, Schafer diz que seu grupo tem sérias ponderações em relação ao desempenho em habitação e saneamento e no Hospital o que dificulta o apoio maciço.  

Nestor e Luia buscarão seu terceiro mandato

O progressistas anunciou esta semana que renovará a chapa vencedora dos pleitos de 2008 e 2012, Nestor Tissot e Luia Barbacovi. A decisão foi tomada em reunião da executiva esta semana. O outro pré-candidato a vice, Ubiratã Oliveira (Dr. Bira), abriu mão de levar a questão para a convenção com a promessa de que será o prioritário da sigla para a vaga de prefeito daqui quatro anos.

Assim, Luia vai para sua quarta eleição como vice, a primeira delas derrotado, em 1996, por 153 votos, pleito que elegeu Jorge Bertolucci como vice de Nelson Dinnebier e as duas mais recentes em que foi o vice-prefeito de Nestor Tissot, de 2008 a 2016. Sobre a decisão do partido, Luia comentou ao Integração: “Eu estava querendo, mas há a democracia, e nela nem sempre a gente ganha, por isso foi uma vitória”, e destacou o alto nível em que foi conduzido o assunto, tanto na reunião de quinta-feira passada, quanto na de ontem.

Falando do outro postulante à vaga, DR. Ubiratã, Luia comentou “ele uniu o grupo, foi a vez que eu saí mais feliz com a decisão de ser eu o vice exatamente pelo altíssimo nível que o Bira conduziu as coisas, excelente o nível e a postura do Bira nas duas reuniões”. Já confirmaram coligação com o Progressistas: PSC, PSL e PTB.

Empresário Márcio Barth é o vice de Tomasini

O PSDB de Gramado ratificou nesta semana a pré-candidatura do empresário Beto Tomasini a prefeito. A negociação com o MDB que havia sido aberta na quinta-feira (3), não logrou êxito. Os tucanos também decidiram pelo nome do empresário Márcio Barth para compor a chapa majoritária. Barth jamais disputou uma eleição, mas está filiado ao partido desde 2011. O PSDB não terá coligação e terá 14 candidatos a vereador.

Márcio Leandro Barth tem 31 anos, é natural de Nova Petrópolis e morador do bairro Várzea Grande desde os 6 anos de idade. Na infância seu local de lazer foi a Vila Olímpica, estudou no Colégio Estadual Caramuru, Santos Dumont e Escola Ninho. Seu currículo conta com diversos cursos na área comercial, vendas, liderança e gestão empresarial pela UniFtec.

Desde muito cedo começou a trabalhar buscando crescimento pessoal e profissional, sempre no bairro Várzea Grande, até os 23 anos de idade. Em novembro de 2013, em uma difícil decisão, optou por se mudar para Caxias do Sul, a segunda maior cidade do Estado, onde pode desenvolver seu empreendedorismo, atuando como diretor comercial e sócio proprietário do jornal diário Folha de Caxias. Ocasião que lhe permitiu participar diariamente de reuniões com o empresariado e o grande setor público que existe na naquela cidade, além dos municípios vizinhos, Flores da Cunha e Farroupilha.

Seu retorno a Gramado ocorreu no ano passado, mas nunca deixou de estar todos os finais de semana na cidade pela qual é apaixonado, sempre defendendo que Gramado é a sua casa, junto a sua família, amigos e comunidade.

“Estamos prontos para que a nossa linda Gramado possa receber a oportunidade de ser valorizada pelo grande trabalho que a população desenvolve há anos. Precisamos de um governo que valorize o cidadão gramadense em primeiro lugar sempre”, destaca Barth.

Atualmente é sócio proprietário do Pet Shop Dog’s Love, no bairro Várzea Grande e é defensor da causa animal, sem abandonar seus outros ideais.

Evandro aguarda um vice

O MDB gramadense ainda não anunciou um vice para Evandro Moschem. Na quarta-feira, o presidente Everton Michaelnsen respondeu apenas que o “MDB estuda candidatura própria (pura)”, mas não quis comentar a decisão do PSDB que declinou de oferecer o vice à sua candidatura.

Na semana passada Everton disse que o partido espera um vice da coligação que tivesse condições de unir estas agremiações, restando agora os partidos que com o MDB venceram o pleito passado, PDT, PT e PCdoB. A convenção emedebista está marcada para terça-feira (15), às 15h. Até lá, os partidos da atual administração têm para decidirem se andarão juntos novamente ou se cada um segue o seu rumo de ora em diante. E quem indicará o vice do MDB, PT, PDT ou PCdoB? Ou a chapa será pura? São curiosidades desta campanha que ainda não podem ser satisfeitas. O que o editor está percebendo é que o MDB deverá mesmo vir sozinho para a eleição, sem a coligação de PT, PDT e PCdoB. Estas três siglas poderão decidir por uma candidatura em separado, vindo a ser a quarta concorrente em Gramado.

Opções para vereador devem passar de 80 cada município

O número máximo de candidatos que cada partido pode inscrever é o total de vagas na câmara, mais 50%. Ou seja, em Canela são 11 cadeiras na Câmara, por isso podem ser até 17 candidatos e em Gramado são nove vagas, máximo de 14 candidatos por sigla. Não há número mínimo.

Em Canela apenas cinco partidos deverão participar da disputa pelas 11 cadeiras do Legislativo. MDB, Republicanos, PDT e PSDB terão lista cheia (17) e o Progressistas deve ir com 10 ou mais. Ainda há a possibilidade de PT e PCdoB concorrerem com dois cada para apoiar o candidato a prefeito do PDT, mas a chance para isso é remota. Os nomes e o número exato, no entanto, só será defino nas convenções dos partidos, exceto o Republicanos que já fez a sua convenção (página 06).

Em Gramado oito siglas devem ter candidatos a vereador. O PSC (partido formado basicamente por dissidentes do Democratas – DEM/PFL), Progressistas, PSDB e o MDB devem ter lista completa (14 cada). Já o PCdoB terá de 6 a 9, o PT planeja ter de 6 a 8, o PSL de 8 a 10 e o PTB de 3 a 5.

CONVENÇÕES JÁ AGENDADAS

Progressistas Gramado: Dia 11, às 18h, Câmara de Vereadores

Progressistas Canela: Dia 11, às 19h, na Câmara de Vereadores.

MDB de Gramado: Dia 15, às 15h, no Teatro Elisabeth Rosenfeldt.

MDB de Canela: Dia 12, às 14h, na sede do partido (Amarelão).

PSDB de Gramado: Dia 12, às 9h, na Câmara de Vereadores.

PSC de Gramado: Dia 11, às 18h, na Câmara de Vereadores.

PDT de Canela: Dia 16, às 19h, na Câmara de Vereadores.

PDT de Gramado: Dia 16, às 18h30, na Câmara de Vereadores

PTB de Gramado: Dia 14, às 19h, de forma online pelo aplicativo Zoom Reuniões (o link será enviado aos filiados minutos antes do horário).

PT de Canela: Dia 14, às 19h, Rua Padre Cacique, 659 (Sede do Sindicato dos Metalúrgicos).

PCdoB de Gramado:Dia 15, às 19h, Rua Antônio Accorsi, 174, bairro Bavária.

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido