InícioCoronavírusGramado e CanelaSindicato dos Trabalhadores da Hotelaria pede mais fiscalização frente à pandemia

Sindicato dos Trabalhadores da Hotelaria pede mais fiscalização frente à pandemia

Tempo de leitura: < 1 minuto

GRAMADO – O Sindicato dos Trabalhadores em Hotelaria e Gastronomia de Gramado (SINTRAHG) se manifestou diante dos dois primeiros casos registrados da variante Delta, uma linhagem mais transmissível do coronavírus que causa preocupação em diversos países, tenham sido confirmados no município. A entidade pontua anda que o primeiro óbito da chamada variante de Manaus no Rio Grande do Sul também ocorreu em Gramado.

Conforme a nota da entidade, o estado chegou a 51% de sua população com ao menos uma dose da vacina, e que em Gramado a imunização está atingindo quem está na faixa dos 38/39 anos anos de idade e que, segundo as pesquisas, só atingirá um grau de segurança efetivo quando mais de 70% da população estiver vacinada com as duas doses.

“Infelizmente, o Governo Federal negou a doença e demorou muito para comprar as vacinas. Por causa disso, somos o segundo país no mundo com mais mortes, beirando 550 mil, e seguimos atrasados com uma vacinação lenta. Nós, do SINTRAHG, temos defendido a aceleração da vacina, para todos e todas; esse é o único caminho para a superação da pandemia. Mas neste momento nossa luta ainda é pela preservação da vida”, mencionou em trecho da nota o Sindicato.

O SINTRAHG salienta ainda em sua manifestação publicada no site da entidade “que é preciso melhorar urgentemente a fiscalização em Gramado, garantindo assim um cumprimento mais efetivo das normas de distanciamento e segurança, o que segundo a entidade sindicalista hoje está funcionando pouco na cidade. Isto é importante justamente para que as atividades econômicas possam continuar em atividade e sem aumento no risco de contaminação para clientes e trabalhadores e trabalhadoras que estão na linha de frente”, citou.

“Fazemos um apelo a nossa base, trabalhadores de hotéis e restaurantes: cuidem-se, não permitam que haja risco de contaminação nos seus locais de trabalho. Caso haja desrespeito às normas de distanciamento social e segurança, denunciem. Não podemos relaxar diante de uma Cepa tão ameaçadora como é a Delta. Temos que seguir alertas e cuidando uns dos outros. Contem com o SINTRAHG”!, finaliza a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido