PSDB vem?

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Nestor segue tentando uma conjuntura sólida e produtiva com o PSDB para seguir tocando junto ao Governo. Aliado antigo do PP, nesta última eleição resolveu tocar carreira solo. Ocorre que o desempenho para prefeito foi pífio, mil votos, e para vereador apenas uma cadeira foi conquistada. Ainda assim, na atual condição, esta uma cadeira no Legislativo interessa muito ao Executivo, que de 9 tem 4 vereadores e devido a esta minoria vê seus projetos trancados pela má vontade da oposição.

E o vereador Celso Fioreze, em que pese seja da paz, tem-se juntado à oposição, fazendo coro ao PT e MDB, ou tem se comportado completamente independente, como é de fato. Assim, essa negociação seria vital ao governo. Na sexta passada o prefeito Nestor expressou publicamente durante entrevista ao Jornal Integração, em live, o desejo de voltar a contar com o PSDB. Participava o próprio vereador Celso e o deputado federal tucano Lucas Redecker, no estande do JI na feira Feito em Gramado. 

Cadê os projetos

Vereadores hoje na oposição e que fizeram parte daquele governo dormente do Fedoca (2017 a 2020), cobram os ‘projetos’ do atual governo. Paim conseguiu reclamar até por projeto de habitação, Secretaria da qual pertenceu naquele período. Ora, vereador, projeto remanesce de um governo ao outro. Logo, vai lá e mostra em qual gaveta os deixou, copie e leve à Câmara para debater. Não há nenhum, eu sei, mas daí fica complicado, não é?

Escolas sucateadas

Outra fala reiterada da oposição, especialmente dos vereadores Professor Daniel (PT) e Rodrigo Paim (MDB), é de que a educação gramadense estaria colapsando e com as escolas sucateadas. O vereador Neri da Farmácia respondeu que isso, então, é reflexo da incompetência daqueles que eram para cuidar disso no governo anterior, já que tal cenário não seria fruto de tão pouco tempo, menos de um ano e meio desta gestão administrativa. Lembremo-nos que na época a esposa era a secretária da Educação e o marido secretário de Governo. Imaginemos como seria se essa gente tivesse permanecido mais quatro anos na prefeitura.

Feira de Inverno

Encantados que estamos todos com a Feira Feito em Gramado, o vereador Celso Fioreze sugeriu na sessão de segunda-feira que a Secretaria de Desenvolvimento cogite, estude, a possibilidade de fazer uma edição especial para o inverno.

Quem tem juízo

Qualquer gramadense com o juízo normal deve torcer para o negócio do HASM se concretizar. E esse silêncio ‘ensurdecedor’ deixa qualquer mortal tenso. Como escrevi na edição passada, só em tratamento de hemodiálise e oncologia temos 233 famílias. E os da oncologia muitas vezes tem de deslocar todos os dias e da hemodiálise a cada dois dias. Deus queira que esses todos, logo logo, possam ser atendidos em Gramado e que a longo prazo mais e mais especialidades sejam acrescentadas, como prometem os novos donos.

Sede reformada PP

O Progressistas faz evento para comemorar a revitalização da sede na próxima quinta-feira, dia 26 de maio. É preciso manter a mobilização mesmo em tempos aparentemente tranquilos.

Sérgio Moro

Agora o acusam de ter burlado o domicílio eleitoral quando transferiu seu título para São Paulo afim de concorrer por aquele estado nas eleições de outubro. Aquele coitado vai acabar preso mais cedo o mais tarde, com certeza, se Lula vencer a eleição presidencial. Mimado como é e navegando em mares turvos, não terá um único, nem no judiciário, que abandonou, nem na política onde se mostra mais perdido que cachorro caído da mudança, nem na esquerda e nem na direita, uma única alma se levantará ao seu favor. É de dar dó. Sua única alternativa, se ainda não acabou com essa também, é concorrer a deputado, estadual ou federal e garantir foro privilegiado. Mas, se confirmar erro na transferência do domicílio, fica inelegível.

O Voto Minerva

O programa de terça passada foi com a vereadora Rosi Ecker Schmitt, do Progressistas.

Na próxima terça vem o vereador Joel Reis e mais um convidado.

Eletrobrás

Maior empresa de energia da América Latina está apta a ser leiloada ao setor privado. O Governo pretende arrecadar 30 bilhões de Dólares com a venda. A estatal é responsável pela geração e transmissão de energia, com mais de 100 usinas no país. 

Rota Romântica

Está pronto para a votação o PL 26/2022, do deputado Elton Weber (PSB), que institui o roteiro turístico “Rota Romântica” no Estado do Rio Grande do Sul, e dá outras providências. (Tramitação Conclusiva CEDST), com parecer favorável do relator, deputado Carlos Búrigo (MDB), aprovado por 11 X 0. Rota Romântica que está com 20 anos e ainda precisa ser melhor reconhecida pelo trade turístico da região.

Texto: Cláudio Scherer

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido