InícioSegurançaGramado e CanelaPrefeitura de Canela se manifesta sobre nova fase da Operação Caritas

Prefeitura de Canela se manifesta sobre nova fase da Operação Caritas

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – A Prefeitura de Canela, se manifestou na tarde desta quinta-feira (19), sobre os fatos relacionados a oitava fase da Operação Caritas, que teve como alvo principal a Secretaria de Meio Ambiente, incluindo a prisão do secretário da pasta, Jackson Müller, dois afastamentos cautelares de servidores públicos pelo prazo de 120 dias e sem remuneração e quatro por 60 dias. A operação ocorreu no início da manhã.

Foram realizados 40 mandados de busca e apreensão, 111 quebras de sigilo, sete apreensões de veículos e uma venda restrita de imóvel. Mais tarde, por volta das 11h, o delegado de Canela Vladimir Medeiros e o delegado Regional Heliomar Franco, citaram durante coletiva de imprensa que o prefeito Constantino Orsolin não é alvo das investigações.

Confira abaixo a nota

Em relação aos fatos ocorridos nesta manhã em Canela, já amplamente divulgados pelos veículos de comunicação, a Administração Municipal vem a público esclarecer que:

– As ordens judiciais foram cumpridas na manhã de hoje;

– O governo não compactua com qualquer tipo de irregularidade e está à disposição para colaborar com as investigações policiais;

– A Prefeitura de Canela segue trabalhando em prol da comunidade e colaborando com as autoridades para o pleno esclarecimento dos fatos;

– É pertinente reforçar que o prefeito Constantino Orsolin não foi citado em nenhum momento na operação e não é alvo das investigações policiais, conforme afirmação do delegado responsável pela ação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido