Início Notícias Saúde Caxias do Sul ganha reforço de 10 mil doses contra a febre...

Caxias do Sul ganha reforço de 10 mil doses contra a febre amarela

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nos primeiros 15 dias de fevereiro foram vacinadas 4.586 pessoas (Foto Andréia Copini, Prefeitura de Caxias, Divulgação)

As unidades básicas de saúde de Caxias do Sul retomam na quarta, 26 de fevereiro, ao meio-dia, a vacinação contra a febre amarela, com o suporte de 10 mil novas doses, entregues na quinta, 20, pela 5ª Coordenadoria de Regional da Saúde. A Secretaria Municipal da Saúde fez o pedido de reforço diante da elevada procura pela imunização. Na segunda e terça, as unidades não atenderam o público em razão do ponto facultativo.

Dados apurados pela secretaria apontam para incremento superior a 1.000%. Na primeira quinzena de fevereiro foram imunizadas 4.586 pessoas; no mesmo mês do ano passado, 402. Segundo a diretora da Vigilância em Saúde, Andréa Gurgel Batista Leite Dal Bó, a população intensificou a procura após os registros da doença em humanos no estado de Santa Catarina. "Temos muitos caxienses que veraneiam por lá ou viajam a trabalho. Como a vacina é a única forma de prevenção, a população tem procurado se imunizar, o que vemos como positivo".

Cada frasco da vacina contempla cinco doses. Após aberto, o uso deve ser em até seis horas. Por isso, as aplicações são feitas nas segundas, quartas e sextas-feiras, das 8h às 16h, evitando o desperdício. Para ser imunizado, a pessoa deve apresentar o Cartão SUS e a Caderneta de Vacinação. Em caso de perda ou extravio, a pessoa é considerada não vacinada.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, que pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Em ambiente silvestre, os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes transmitem o vírus, e os macacos são os principais hospedeiros. Os casos humanos ocorrem quando uma pessoa não vacinada entra em contato ou mora próximo às matas e é picada por um mosquito contaminado. No ciclo urbano, o vírus é transmitido ao homem pelos mosquitos Aedes aegypti.

 

Hospital Tacchini adquire novo tomógrafo

Moderno e informatizado, equipamento auxilia a prática médica e agiliza atendimento (Foto Hospital Tacchini, Divulgação)

O Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, incorporou mais um aparelho de tomografia computadorizada. Para a instalação, o espaço passou por reformas nas áreas de espera, que foram separadas de modo a atender melhor o cliente que vai ao hospital especificamente para este tipo de exame, e os que se encontram internados. Também foi ampliada a oferta de horários para realização dos exames.

O novo equipamento, modelo Somaton Go Now, de 16 canais e 32 cortes, foi adquirida da fabricante Siemens. A equipe que irá operá-lo recebeu treinamento específico. O CDI disponibiliza, a médicos e pacientes, todos os exames por meio de um portal na internet.

Recentemente, a instituição concluiu a primeira etapa das obras de ampliação da UTI Adulto, projeto conduzido há mais de três anos pelas equipes gestoras. A próxima etapa, que compreende a modernização da estrutura já existente, está em andamento e será concluída ainda no primeiro semestre do ano.

Iniciada em julho de 2019, a obra ampliou a UTI Adulto em 538 m² de área, totalizando, agora, 1083 m². O número de leitos aumentará 50%, passando de 20 para 30, todos individuais. “A individualização nos permitirá evoluir para a prática da visita estendida dos familiares, dentro de um regramento instituído pelo hospital e com aval dos médicos intensivistas que avaliarão caso a caso”, explica Roberta Pozza, diretora técnica médica.

Em cada leito, haverá estações estativas, suportando de forma suspensa diversos equipamentos que monitoram as condições do paciente, eliminando excesso de fiações e facilitando a higienização. Todos contarão com dispensador eletrônico de medicamentos, acionado por biometria digital. Também está implantado em todos os leitos o prontuário eletrônico, eliminando o uso do papel e permitindo que o registro seja executado no mesmo instante em que a assistência é prestada ao paciente. Com a ampliação, o hospital abriu mais de 100 vagas profissionais da saúde. Os investimentos se sustentam na percepção de aumento da demanda regional em termos de mais leitos de UTI. Dentre outras ações adotadas estão a oferta de leitos no Pronto Socorro para atender pacientes que chegam em estado crítico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido