Início Notícias Educação Escolas infantis passam por fiscalização em Caxias

Escolas infantis passam por fiscalização em Caxias

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) iniciou, na manhã desta quarta-feira (9), a fiscalização nas 97 escolas de educação infantil privadas que estão aptas a reabrirem. Fiscais da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA) fazem a vistoria de acordo com a Portaria Conjunta SES/SEDUC/RS nº 01/2020, a qual contempla inúmeras medidas de prevenção, monitoramento e controle da covid-19.

Ao chegar na Escola Toca dos Tocos, tapete para desinfecção do calçado, álcool gel para higienização das mãos, checagem da temperatura e conferência do uso correto da máscara. O piso demarcado, os ambientes ventilados, os materiais pedagógicos identificados e individualizados, álcool gel disponível em todas as salas e as mesas respeitando o distanciamento de 1,5 metros entre elas. Adequações fundamentais para a segurança dos alunos e profissionais.

Segundo a proprietária, Patrícia Ribeiro Pasquali, é um desafio, após 23 anos de existência da escola, se adaptar às medidas. “Nos esforçamos para manter toda a estrutura de acordo com o plano de contingência. Nos comprometemos com as famílias e sabemos da nossa responsabilidade. Após 180 dias fechados, estamos muito felizes em reabrir, em retornar às aulas presenciais. Mantivemos as aulas no formato on-line para continuar com o vínculo, mas sabemos que presencialmente o aprendizado é muito melhor”.

Patrícia também salientou que, com o uso da máscara, os problemas respiratórios reduziram. “Sabemos que é um desafio manter as crianças utilizando as máscaras, mas é um adorno que veio para ficar, ao menos no inverno”.

Conforme o roteiro de inspeção de estabelecimentos de educação infantil, são vistoriados desde o projeto arquitetônico e alvará de licença para localização, até o controle das cadernetas de vacina e a administração de medicamentos, que passou a ser apenas com receita médica. De acordo com o diretor técnico da Vigilância Sanitária, Rodrigo Zardo, o roteiro é completo e contempla mais de 70 itens. “Vistoriamos todas as medidas para conter a disseminação do coronavírus, desde a disponibilização do álcool gel, até se a roupa de cama é individualizada e está identificada. Não basta ter o plano aprovado, é necessário cumpri-lo. Aproveitamos também para verificar a legislação sanitária que regulamenta o funcionamento da instituição”.

Vaga assegurada

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) reforça que os pais podem deliberar sobre o retorno ou não de seus filhos às escolas. Se a opção for de não mandar, a vaga pública fica garantida na mesma ou em outra escola. “Se a família, que assinou o termo de responsabilidade optando por não enviar o filho para a escola, mudar de ideia, deverá assinar novo documento na Secretaria de Educação e ter designada a vaga de seu filho”, orienta a titular da Smed, Flávia Vergani.

As escolas de educação infantil privadas retornaram às atividades na terça (8). Do total, 53 já estão funcionando com o plano de contingência aprovado e a retirada da comunicação de despacho. Outras 44 foram chamadas nesta quarta para a retirada da documentação na Secretaria do Urbanismo. No total, a Smed possui 4.705 vagas adquiridas, para crianças de zero a cinco anos, nas escolas particulares do município. 

ATUALIZAÇÃO DA COVID-19

A Secretaria da Saúde acrescentou, nesta quarta (9), mais dois óbitos por complicações pelo coronavírus. Agora, são 114 vítimas fatais. As mortes mais recentes são de um homem, de 64 anos, com doença pulmonar crônico; e de uma mulher, de 80 anos, hipertensa e diabética.

O número de casos positivos subiu 6.486, dos quais 5.227 são considerados recuperados. Dentre os ativos, 1.086 estão em isolamento domiciliar, 33 em leitos de enfermaria e 26 em unidades de terapia intensiva (UTI). Há 305 pacientes aguardando resultado e 42.791 casos foram considerados negativos. A ocupação de leitos de UTI pelo SUS era de 82%, com 60 em uso. Na rede privada, havia 63 pacientes, representando 74% dos leitos oferecidos. Mais informações em https://covid.caxias.rs.gov.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido