Início Coronavírus Defensoria Pública registra meio milhão de atendimentos desde março, mesmo com as...

Defensoria Pública registra meio milhão de atendimentos desde março, mesmo com as restrições causadas pela pandemia

Tempo de leitura: < 1 minuto

ESTADO – Meio ano se passou após o início da pandemia de coronavírus. Desde então, a Defensoria Pública mudou totalmente sua maneira de realizar atendimentos e seguiu os protocolos das autoridades sanitárias. Mesmo assim, não parou. Neste marco de seis meses de atuação diferenciada, foram registrados 500.162 atendimentos na Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul, segundo levantamento do Portal da Defensoria, sistema de controle e monitoramento de dados da instituição, no período de 18 de março a 17 de setembro.

O balanço mostrou que 56.512 cidadãos gaúchos procuraram pela primeira vez a assistência da Defensoria Pública desde o início da pandemia. As principais demandas dos assistidos no período envolveram as áreas cível, com 293.310 novos atendimentos, e de família, somando 150.767 novos atendimentos. Os principais assuntos abrangeram pedidos de alimentos, com 70.497 atendimentos; fornecimento de medicamentos, com 66.998 atendimentos; e casamento, com 37.767 atendimentos.

Também foram registrados 329.398 peticionamentos, ou seja, solicitações feitas pelos(as) defensores(as) públicos(as) à Justiça, e 313.730 intimações.

A Defensoria Pública segue atendendo a população por meio remoto, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Algumas unidades da instituição, dependendo da bandeira em que o município se encontra, estão atendendo presencialmente, mediante agendamento por telefone. Os telefones das sedes da Defensoria Pública, para agendamento e solução de dúvidas, podem ser conferidos neste link. O principal canal de atendimento em Porto Alegre é o Alô Defensoria: (51) 3225.0777.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido