Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

Agora vai!

Tempo de leitura: < 1 minuto

Que seja definitivo o alívio que a pandemia está dando. Gradual, mas ininterrupto. É o que deseja-se, pois a vida é muito difícil do jeito que apresenta-se. A volta às aulas me parece o mais importante do momento, para que as crianças saiam deste clima depressivo e voltem a ser a inspiração, a motivação, o tudo dos pais, através da sua alegria e espontaneidade. Acreditava-se que assim que viesse o sinal verde de Porto Alegre, as escolas voltariam no outro dia, mas na prática não é assim. Quarta-feira, quando Gramado reinicia, já terá passado mais de uma semana do anúncio do governador. As escolas privadas foram mais ágeis…

Vacina

Infelizmente, nada se confirma em relação à vacinação. Fio Cruz prometeu entregar um milhão de doses por dia em abril, mas está muito longe disso. Butantan (Coronavac) prometia perto de 20 milhões de doses no mês e não consegue sequer mandar o suficiente para a segunda dose. Tudo bem que o ritmo é esse e temos de ter paciência, mas então para que prometer?

Vacina pelo mundo

Ontem, dei uma espiada no mapa sobre a vacinação pelo mundo. São poucos os que tem percentual relevante da população imunizada até o momento. Dos países em desenvolvimento, nenhum. Só dois ou três ricos. Estados Unidos está bem, Alemanha está perto de 50%, mais dois três pequenos e por aí terminam os destacados. China e Índia, que juntos tem quase três bilhões de habitantes, mais de um terço do total da humanidade, percentualmente, estão piores do que o Brasil. E com a crise da Índia, país pobre sem o mínimo de infraestrutura, é possível, e até recomendável, que se dê preferência a eles. Lembrando que China e Índia são vizinhos, portanto, passíveis de se misturarem e infectarem um ao outro nas fronteiras e são os dois maiores fabricantes das doses. Logo, se ficarem com as vacinas para a sua população, não será sem razão.

Prioritários

Na minha visão, o Ministério da Saúde adotou os critérios corretos para definir as faixas prioritárias para a vacinação. Lá no início, a doença castigava e levava à morte principalmente idosos. Então, claro, eram eles que precisavam ser imunizados o quanto antes, junto com os profissionais da saúde. Em seguida, foram vacinados os profissionais de segurança pública e agora estão sendo favorecidos os doentes, o que é muito justo também.

Privatização

Os deputados estaduais aprovaram esta semana, por 34 votos a 18, a emenda à constituição do Estado retirando a obrigatoriedade de plebiscito para a venda da Corsan, Banrisul e Procergs. A CEEE já foi. Então, logo, logo mais estas estatais deverão ser privatizadas. Mas ainda terá a votação em segundo turno da referida emenda. Para termos uma ideia, a folha de pagamentos consome 98% da receita da Corsan. Ou seja, está na hora de fazer algo. O Banrisul já valia muito, hoje vale pouco. E, se demorar, vai acontecer como foi com a CEEE: entregar por um real.

Jorge da Borracharia

O ator hamburguense (de Novo Hamburgo) Cris Pereira, passa a integrar a equipe do programa A Praça é Nossa, do SBT, exibido todas as quintas-feiras, a partir das 23h15min. Com mais de 25 anos de carreira, Cris Pereira nasceu na cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. Além do “Jorge da Borracharia’, é criador de outros personagens carismáticos como o “Gaudêncio”, no qual interpreta um típico gaudério do campo. Além de apresentar os espetáculos “Stand Up Bagual do Gaudêncio”, “Cris Pereira Ponto Show” e “Meu Nome Não É Jorge”, Cris Pereira participa atualmente do programa Pretinho Básico, da Rádio Atlântida, como “Estrela Móvel”.

Vida breve

Uma lástima a perda da gramadense Vitória Gabriele Consoni, de apenas 19 anos. Eu fui no local do acidente que ocorreu na noite de quarta para quinta-feira. A velocidade do veículo certamente era altíssima. Lamentavelmente, não há o que fazer pela guria que virou anjo, mas que sirva de alerta aos nossos jovens para controlarem o impulso, a energia, a necessidade de espairecer para não fazerem loucuras capazes de causar tamanha dor aos que ficam. Meus mais sinceros pêsames aos familiares e amigos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido