Você atingiu a métrica limite de leitura de artigos

Identifique-se para ganhar mais 1 artigos por mês!

Já sou assinante!

Aapecan se apresenta à nova gestão para estabelecer parcerias em Gramado - Leia Fácil
Início Exclusivo Assinantes Aapecan se apresenta à nova gestão para estabelecer parcerias em Gramado

Aapecan se apresenta à nova gestão para estabelecer parcerias em Gramado

Tempo de leitura: < 1 minuto

GRAMADO – O secretário Adjunto da Saúde, Volnei Desiam, recebeu a Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) na quarta-feira (3). A entidade sem fins lucrativos apresentou as atividades à nova gestão com o objetivo de estabelecer novas parcerias. O principal pedido da associação é o retorno do transporte de pacientes de Gramado à Caxias do Sul, onde está localizada a unidade que atende a Região das Hortênsias. 

O deslocamento foi paralisado devido à pandemia. No entanto, a assistente social da Aapencan, Cassiana Weber, julga necessário o retorno o mais breve possível, pois o tratamento dos pacientes não parou. “A nossa casa de apoio em Caxias possui 8 leitos. Funciona de segunda à sexta-feira. Tem acomodação e refeição. É um serviço gratuito. Mas teve que ser paralisado por causa da pandemia. No entanto, estamos realizando visitas nas casas dos usuários e o transporte deles aos institutos de combate ao câncer, para que eles não tenham que usar o transporte coletivo”, disse.

A unidade de Caxias do Sul funciona no endereço: Rua Irmão Anastácio, 65, Bairro Sagrada Família, próximo ao Hospital Geral da cidade. “Eu chorei no último dia de radioterapia. Quando eles disseram que eu estava de alta e podia vir para casa. Eu fico ligando para a Cassiana e para a Aapecan. Eles são queridos como se fossem nossos pais. Eu não tenho mais pais, mas tenho esses amigos que me dão apoio. Isso é muito importante no tratamento”, disse Valério Adams, 65 anos, ex-usuário da unidade.

O secretário Adjunto da Saúde disse que conhece de perto o trabalho da associação, pois foi o motorista responsável por levar os pacientes à Caxias por 8 anos. “Não é qualquer pessoa que pode transportar. O motorista tem que ter o perfil, a pessoa que os acompanha tem que ter paciência. Às vezes, o paciente passa mal no caminho, tem que haver uma atenção, contou. Antes da pandemia, o município disponibilizava dois carros para o transporte diário de pacientes à cidade vizinha -um sai de Gramado às 5h30 e retorna no fim da manhã, outro sai às 11h e retorna à noite. Volnei prometeu retornar o transporte em breve.

A Aapecan possui 14 unidades no Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Rio Grande, Ijuí, Passo Fundo, Uruguaiana, Lajeado, Pelotas, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, lagoa Vermelha, Camaquã e Bagé. A entidade atende a 49 municípios em todo o estado e também faz visitas a usuários em suas respectivas cidades.

As três principais atividades da entidade são: hospedagem de usuários e acompanhantes de municípios vizinhos; assessoramento de defesa de direitos; e serviço de convivência e fortalecimento do vínculo. A associação, que completa 16 anos em março, já atendeu quase 20 mil pessoas. Atualmente, possui 370 usuários ativos.

Segundo Volnei Desiam, a secretaria de Saúde criou um grupo de apoio a pacientes da oncologia que funcionou na gestão de 2013 a 2016, com assistente social, psicólogo, médico, enfermeiro e nutricionista. Ele disse entender a importância do fortalecimento do vínculo entre paciente e familiares. “Em breve, vamos retomar esse grupo de apoio. Não é só tratar paciente, tem que tratar a família junto. Conhecer a estrutura da família. O mais importante é tratar o emocional das pessoas. Se o emocional estiver bem, tem grande chance de o tratamento ter um resultado positivo”, salientou.

A associação também realiza entrega de cestas básicas aos usuários. Para a Páscoa, o secretário adjunto de Saúde prometeu tentar arrecadar chocolates com os donos das fábricas de Gramado para distribuição aos pacientes da Aapecan: “isso vai adoçar um pouco a vida deles”, comentou.

Como ajudar?

Através de doações de valores, roupas e materiais que são convertidos em manutenção das casas de apoio e em suprimentos para os usuários, de acordo com a avaliação junto à assistente social. Entre em contato com a entidade através do site http://aapecan.com.br/doacao/ ou por WhatsApp: (54) 99234.6763.

Texto: Gabrielly Pimentel – redacaogramado@integracao.jor.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido