Início Coronavírus Gramado e Canela Em bandeira preta, parte do comércio canelense se mantém fechado

Em bandeira preta, parte do comércio canelense se mantém fechado

Tempo de leitura: < 1 minuto

CANELA – A reportagem do Jornal Integração circulou pelo município para identificar como está o movimento do comércio e dos moradores perante a classificação de bandeira preta.

Conforme apurado, os comerciantes estão trabalhando e tentando compreender o que pode ou não funcionar e como proceder, mas a maioria das lojas classificadas como não-essenciais estão de portas fechadas, respeitando a bandeira decretada.

A avenida João Pessoa, uma das principais vias de comércio de Canela, é pouco movimentada, mas com parte de seus estabelecimentos funcionando. Seguindo pelo mesmo caminho, as empresas na avenida Júlio de Castilhos seguem atendendo, porém com alguns locais com faixas nas entradas, realizando os atendimentos nas portas.

“Primeiramente estamos orientando os comerciantes e empresários para que compreendam a situação, que está muito delicada devido ao grande número de hospitalizações. Caso persistam em permanecer abertos mesmo com a bandeira preta, vamos utilizar outros meios para que o Decreto Estadual seja seguido, inclusive com a presença de forças policiais. Lembramos que o não cumprimento das regras é cabível de multa, podendo até perder o alvará de funcionamento. Mas a primeira abordagem será sempre no sentido da conscientização, buscando evitar atritos. Essa é a forma que o Departamento de Fiscalização está atuando a partir de hoje”, destacou Luiz Antônio Magrini Macedo, chefe do Departamento de Fiscalização.

Confira o que pode ou não funcionar durante a bandeira preta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido