InícioCoronavírusGramado e CanelaBandeira preta segue em todo o RS

Bandeira preta segue em todo o RS

Tempo de leitura: < 1 minuto

ESTADO – O governo divulgou nesta sexta-feira (16) o Mapa do Modelo de Distanciamento Controlado e todo o estado segue em bandeira preta. O RS está todo preto desde a 43ª rodada (27/2 a 8/3), quando foi criada a salvaguarda estadual que garante a aplicação automática da bandeira mais grave a todas as regiões quando a capacidade hospitalar está próxima do limite.

O mapa já é definitivo, com validade até 26 de abril, ou seja, não há possibilidade de envio de pedidos de reconsideração à classificação.

A cogestão regional está permitida. Atualmente, todas as 21 regiões aderiram à gestão compartilhada e podem utilizar protocolos próprios até o limite de restrições da bandeira vermelha –não podendo ser mais flexíveis que isso.

DESTAQUES DA 50ª RODADA
• número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid-19 reduziu 21% entre as duas últimas semanas (2.718 para 2.156);
• número de internados em UTI por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) reduziu 9% no Estado entre as duas últimas quintas-feiras (2.452 para 2.226);
• número de internados em leitos clínicos com Covid no RS reduziu 11% entre as duas últimas quintas-feiras (3.048 para 2.723);
• número de internados em leitos de UTI com Covid no RS reduziu 10% entre as duas últimas quintas-feiras (2.341 para 2.096);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 aumentou 125% entre as duas últimas quintas-feiras (148 para 333);
• número de casos ativos reduziu 23% no período (de 50.111 para 38.676);
• número de registros de óbito por Covid reduziu 14% entre as duas últimas quintas-feiras (de 1.475 para 1.256).

COMPARATIVO ENTRE 18/3 E 15/4
• número de novos registros semanais de hospitalizações confirmadas com Covid-19 reduziu 32% entre as duas últimas semanas (3.157 para 2.156);
• número de internados em UTI por SRAG reduziu 20% no Estado no período (2.782 para 2.226);
• número de internados em leitos clínicos com Covid-19 reduziu 49% no período (5.315 para 2.723);
• número de internados em leitos de UTI com Covid-19 reduziu 20% no período (2.633 para 2.096);
• número de leitos de UTI adulto livres para atender Covid-19 voltou a ser positivo; no agregado do Estado, passou-se de um déficit de 299 leitos para 333 leitos livres;
• número de casos ativos reduziu 62% no período (de 101.649 para 38.676);
• número de óbitos por Covid acumulados em sete dias reduziu 28% no período (de 1.754 para 1.265).

Conteúdo relacionado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido