Início Colunistas Corona Vírus

Corona Vírus

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tivemos o primeiro evento corporativo cancelado em função da pandemia. Este era mesmo relacionado a profissionais da saúde, o que justifica ainda mais o cancelamento. No entanto, a preocupação é de quanto exatamente seremos afetados, primeiramente pela doença propriamente dita e em segundo lugar, economicamente. Se imaginarmos a Itália fechada e a cada dia um novo país cerrando as fronteiras, dá para dimensionar (temos matéria nesta edição sobre este assunto). E o nosso inverno está logo ali na frente.

Tem a parte boa

Gramado e Canela (a região), sempre quando o problema é mundial, acabam se favorecendo de alguma forma. Dólar alto e perigo lá fora, significa turismo interno aquecido. Exemplo, quem planejava uma viagem para a Europa provavelmente vai adiar, aumentando a chance de vir para cá.

Só temos 16 deputados? Cadê os demais 39 que estãona nossa folha de pagamento?

Os deputados Any Ortiz (CDN), Capitão Macedo (PSL), Dalciso Oliveira (PSB), Elton Weber (PSB), Fábio Ostermann (NOVO), Franciane Bayer (PSB), Fran Somensi (REP), Giuseppe Riesgo (NOVO), Kelly Moras (PTB), Luiz Marenco (PDT), Sebastião Melo (MDB), Sergio Peres (REP), Sérgio Turra (PP), Tenente Coronel Zucco (PSL), Vilmar Lourenço (PSL) e Zilá Breitenbach (PSDB), ingressaram com uma ação popular contra pagamentos irregulares feitos a conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) no final do ano passado. Na petição, que contém 33 páginas, os deputados alegam que a distribuição de R$ 1,2 milhão aos conselheiros Alexandre Postal (R$ 471 mil), IradirPietroski (R$ 300 mil) e Marco Peixoto (R$ 448 mil) foi ilegal e provocou grave dano ao erário. Os parlamentares requerem a anulação do ato que autorizou o pagamento e a devolução imediata dos valores aos cofres

Fedoca ativa Facebook

As tintas e os pincéis estão disponíveis e parece que o prefeito de Gramado, Fedoca, vai pintar mais uma candidatura. A reativação da sua página no Facebook, bem como o conteúdo lá publicado, sugerem que buscará a reeleição. Particularmente acharia bom que isso ocorresse. Assim, todos veríamos a sua aprovação, sua nota no cargo. Aguardemos!

Três candidaturas

Uma vez mantida a candidatura do PDT, com Fedoca, há possibilidade de termos três candidaturas a prefeito em Gramado neste pleito, pois o MDB, ao que sei, não pretende renovar o contrato do jeito que está. Embora os emedebistas imaginem que Fedoca não passaria dos 10% dos votos correndo sozinho, imaginam também que, mesmo que fossem 5% apenas, poderiam fazer falta para vencer Nestor, do Progressistas, numa eleição acirrada como tem sido a última e a de 2008 quando Nestor conseguiu seu primeiro mandato em cima do Fedoca com menos de 500 votos de diferença.

Há ainda, quem acredite que Fedoca ensaia concorrer apenas com o intuito de prejudicar ao Evandro, seu atual vice, com quem não conseguiu se relacionar após o pleito que elegeu os dois em outubro de 2016. Na visão de muitos, para o MDB ter chances de vencer o Progressistas, com Nestor Tissot, o candidato teria de ser Evandro e o Fedoca teria de se manter equidistante. Não tão perto que contamine, nem tão longe a ponto de que seus amigos votem no Nestor, contra Evandro. Para fortalecer uma campanha Evandro teria de pontuar o que não deu certo no governo, com tão até certo ponto crítico, mas com esse cuidado para poder contar com os que gostaram do governo pedetista.

Candidatos a vereador

Como já sabemos, nesta eleição não teremos coligação entre partidos para os candidatos a vereador. Ou seja, cada partido terá a sua própria lista de nomes, pode ter até 150% do número de cadeiras, em Gramado são nove vagas, portanto 14 candidatos, em Canela tem 11 cadeiras, portanto 17 candidatos. Destes, 14, no caso de Gramado e 17, em Canela, por partido, pelo menos 30% tem de ser mulheres.

Partidos pequenos

Como existe também o quociente eleitoral que cada partido com todos os seus candidatos precisa atingir, como fica para partidos menores? Em um primeiro momento eles podem sofrer com o tal quociente que é o resultado da divisão dos votos válidos de todos os candidatos pelo número de cadeiras. Mas, como o número de candidatos é relativamente baixo, certamente haverá muita migração de interessados em se candidatar vendo que na sua sigla não terá espaço. Dali uma explicação para a saída do MDB de Canela para um partido menor do vereador Tiririca.

Laghetto o mais lembrado do estado

Presente na camiseta da dupla GreNal e de mais times do interior do RS, não é à toa o crescimento em popularidade e reconhecimento da marca Laghetto, eleita a marca de hotéis mais lembrada do Estado pelo projeto Marcas de Quem Decide, do Jornal do Comércio. Isso aliado ao padrão Gramado de atendimento, que se espalha ás unidades fora daqui, já poderia esperar o respaldo da sociedade. Parabéns ao grupo!

Somos todos digitais

Acompanhe este colunista também com a dinâmica de rádio. Todos os dias das sete às oito apresento, junto com o Daniel Santos, o programa Chimarrão e Atualidades. Fazemos um resumos dos principais assuntos da região, do nosso jeito, espontâneo, crítico, elogiando quem merece e interagindo muito com os ouvintes. Transmissão via nosso portal www.leiafacil.com, APPs Leia fácil e RádiosNet e também pela página do JI no Facebook, que, aliás, está batendo 50 mil curtidas, nestes dias e 55 mil seguidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido