CONSCIÊNCIA EXEMPLAR

Tempo de leitura: < 1 minuto

Por Eno Weber

O empresário catarinense Luciano Hang tornou-se uma figura familiar em Canela e região, principalmente em razão da instalação de sua loja por aqui. O homem tem na franqueza a sua característica principal, fala o que pensa e sem rodeios, coisa pouco comum no meio empresarial, onde opiniões são ditas com muito cuidado e quase sempre nem ditas. O seu porte e importância como empresário, associado o seu comportamento franco o transformaram em liderança nacional do setor. Aliás, desconheço outro nome com tamanha franqueza de opiniões, inclusive as políticas, correndo o risco de revanchismos e retaliação. Lógico, ressalvando que para usar de franqueza é necessário não ter a cola pressa, ser “pitoco”. Vocês me entendem?

Feito este preâmbulo, o que realmente pretendo é escrever algumas linhas sobre outra faceta do Luciano, revelada em entrevista de rádio, e a mim relatada por um amigo. Diz ter o costume de almoçar com a família em restaurantes em finais de semana. Nestas ocasiões, após se informar como a casa funciona, faz o pedido com uma ressalva: Ao servirem a refeição até a mesa, trazer a quantia de uma pessoa a menos das ali presentes. Por exemplo, quando estão em seis pessoas, trazer comida suficiente para cinco, como se fossem cinco. O objetivo é que a comida não seja descartada. Ele avisa na hora que o pagamento será integral de todos os presentes e que o único objetivo da atitude é evitar desperdício de alimentos, que poderiam saciar a fome de outras pessoas.

Ao saber da história convenci-me que além dos reconhecidos predicados de visão e capacidade empreendedora o “mega” empresário carrega muita sensibilidade humana.

Na prática o gesto isolado talvez seja pouco efetivo, mas trata-se de um enorme exemplo até por partir de empresário da sua expressão. Atitude de fazer pensar não é verdade?

UM POUCO DE HUMOR

– No tempo do meu avô, a mulher para casar não podia ter beijado outro homem.

– No tempo do meu pai, a mulher tinha que ser virgem.

– Hoje, se for mulher já está bom.

RAPIDAS E SELECIONADAS

  • Confesso ter sido a primeira vez que li e ouvi murmúrios governamentais do governo federal propondo redução de impostos no Brasil. Cheguei a me beliscar para acreditar na notícia. Sabem que houve prefeitos e governadores que se posicionaram contrários a medida? É que ninguém quer perder receita, afinal, gastar dinheiro público é uma delícia. Enxugar o serviço público e racionalizá-lo está fora de cogitação. O tema já foi sepultado, não resistiu um mês de discussão.
  • É conhecida a expressão “verãozinho de maio” episódio que invariavelmente acontece nessa época. Neste ano acredito que não dará tempo, pois estamos nos encaminhando para o final do mês e pelo andar da carruagem…
  • Considerar tudo em números exatos. Dos R$ 256 milhões do orçamento anual da Prefeitura, até abril, já foi recolhido R$ 94 milhões, que significa um superávit de R$ 9 milhões ou 11%.
  • O “Café de Homens” deste sábado dia 21, na comunidade evangélica IECLB tem como convidado especial o canelense Marco Aurélio Alves, que é psicólogo e produtor cultural. O tema básico do bate-papo é a Identidade Cultural e o Turismo. Marco é filho do ex-vereador Enor Alves. O encontro inicia às 8h e é aberto ao público.
  • Neste dia 20, hoje, completam-se 19 anos do falecimento do empresário Ari Alves aos 63 anos. Junto com o ex-prefeito Ernani Reis foi um dos precursores da fábrica de aglomerados e compensados.
  • Tudo recomenda, sem medo de errar, a participação do churrasco anual de aniversário da Comunidade Luterana IELB, a ser realizado no dia 12 de maio. A adesão custa R$ 37 por pessoa.
  • Ainda está quentinho na nossa memória a greve dos caminhoneiros, que durou nove dias e terminou com a gasolina nos postos. Parou o Brasil. Faz quatro anos hoje que a greve encerrou.
  • Semilio Munaretti idealizou e fundou junto com Luizinho Wender em maio de 1951 a Rádio Clube de Canela AM. Foi um dos mais importantes marcos de desenvolvimento do município e região. Faz 21 anos que, completados neste dia 21 que Semilio faleceu aos 83 anos.

“Quando não acontece o que desejamos, acontecerá o que é melhor”.

Martim Lutero.

Leia mais em colunas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

error: Conteúdo protegido