Sem reajustes nas contas de água e esgoto

Cidades

11 de janeiro de 2019 às 08:48 hr
Texto
-a
+a

Pelo segundo ano consecutivo as tarifas de água e esgoto não terão reajustes em Caxias do Sul. Para que isto seja possível, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) assegura que tem reforçado ações para a contenção de despesas. Dentre elas, revisão dos contratos de prestação de serviços, rígido controle de empenhos e o combate a fraudes e ligações clandestinas nas residências, além da manutenção das receitas. “É importante disseminar e fortalecer o nível de conscientização, tanto de servidores, como da sociedade caxiense. Isso contribui para o desenvolvimento econômico e ambiental. Com isto, conseguimos reduzir as despesas e possibilitar o reajuste zero. Fato que é raro de acontecer”, destacou Gerson Panarotto, diretor da Divisão de Planejamento Integrado.

Com base na Lei de Diretrizes Orçamentárias, as receitas próprias do Samae para 2019 foram estimadas levando-se em conta as de 2018, com ajustes para mais ou para menos, de acordo com as peculiaridades. Já as despesas foram estimadas de acordo com os parâmetros de encargos de pessoal e sociais, dívidas por operações de crédito, gastos correntes, reserva de contingência e com valores previstos para investimentos, que devem ser na ordem de R$ 45 milhões. O orçamento do Samae para 2019 é de R$ 250 milhões, o mesmo de 2018.

O planejamento do Samae para este ano inclui expansão de redes, troca de tubulações antigas, ações para aumentar a qualidade da água e combate a vazamentos, entre outras iniciativas. Panarotto citou obras que já estão em andamento nos bairros Belo Horizonte e Exposição; e prontas para iniciar no Reolon e no Interlagos. “Também iremos licitar obras grandes. Uma de esgoto, que é o sistema Interlagos, próximo da antiga Eberle, na avenida das Hortênsias, com investimento de R$ 15 milhões; e a reforma e ampliação da Estação de Tratamento de Água Celeste Gobbato, na ordem de R$ 20 milhões”, ressaltou.

Conforme Panarotto, os serviços do Samae atendem praticamente a toda a área urbana de Caxias e cerca de 30% a 40% da rural. A maior parte dos clientes paga suas contas até a data de vencimento. Os poucos casos de inadimplência não ultrapassam 180 dias, prazo máximo que não seja feito o desligamento, que é baixo. “Só não atendemos as áreas invadidas e loteamentos irregulares, onde não podemos executar serviços. Mesmo assim, fornecemos água com o caminhão pipa. No interior, atendemos os distritos e seus arredores. Os mais afastados utilizam fontes naturais”, explicou.

 

Históricos de reajustes e de inflação

 

Anos

Reajustes da tarifa

IPCA*

2007

4,98%

3,14%

2008

5,95%

4,46%

2009

11,88%

5,90%

2010

21,42%

4,31%

2011

6,97%

5,91%

2012

9,68%

6,50%

2013

19,60%

5,84%

2014

6,45%

5,91%

2015

7,76%

6,41%

2016

10,89%

10,67%

2017

6,45%

6,29%

2018

0%

2,95%

2019

0%

4,05%

           

(*) Índice de Preços ao Consumidor Amplo do ano anterior

 

PEIXE VIVO - A terceira edição da Feira do Peixe Vivo ocorre nesta sexta (11), junto ao Ponto de Safra na Praça Dante Alighieri, das 6h às 18h. São vendidas as espécies carpa capim (R$ 11 o quilo); húngara, prateada e cabeça grande (R$ 9 o quilo); e bagre (R$ 15 o quilo). As próximas datas agendadas são 8 de fevereiro e 8 de março. A última feira registrou venda de 750 quilos, aumento de 35% na comparação com a de estreia, em novembro.

 

« Voltar