Rotarianos trabalham por um mundo melhor

Cidades

14 de setembro de 2018 às 12:17 hr
Texto
-a
+a

Em visita aos seis Clubs do Distrito 4700 do Rotary International, Nelço Ângelo Tesser, governador 2018/19, expôs metas para o ano rotário, que se iniciou em 1º de julho, e se encerra em 30 de junho de 2019, com o lema “Seja a Inspiração”. Também conduziu a inauguração da nova sala de reuniões do Rotary Club de Caxias do Sul, nas dependências da N&L Informática, de propriedade do governador, integrante do Rotary desde 2002.

O Distrito 4700 iniciou as suas operações em 1º de julho de 1990, com 32 clubs e menos de 900 rotarianos. Sua área territorial compreende a região Nordeste (Serra Gaúcha) e o Planalto, com 130 municípios. Destes, 36 contemplam 54 clubes, sendo Caxias do Sul o município com o maior número, seis, seguido por Bento Gonçalves com quatro. “No início da minha gestão tínhamos 1.316 rotarianos. Em pouco mais de dois meses, já visitamos 20 Clubs, agregando mais 34 companheiros. Nossa meta é alcançar a marca de 1.500 rotarianos e elevar para 57 o número de Clubs”, ressaltou.

Tesser disse que vem encontrando rotarianos motivados em fortalecer ainda mais o Rotary, que é uma rede global de líderes comunitários, amigos e vizinhos que veem um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação para causar mudanças duradouras em si mesmas e nas suas comunidades. Desenvolvem, especialmente, projetos sustentáveis em diversas áreas, como alfabetização, paz, saúde e recursos hídricos, favorecem o desenvolvimento econômico e combatem doenças, sempre procurando maneiras de criar um mundo melhor.

Em Caxias do Sul, além das ajudas permanentes a diversas instituições, uma das mais recentes contribuições do Rotary foi doar uma máquina de separação de plaquetas ao Hemocentro, no valor de US$ 73 mil. “É um trabalho de motivação permanente, para que todos compreendam o que é a Fundação Rotária, braço financeiro do Rotary. Por meio dela, procuramos atender às mais diversas necessidades. A nossa luta mais conhecida é a erradicação da poliomielite em todo o mundo, em ação desde 1988. Recentemente, junto com as secretarias estaduais de Saúde e Educação, articulamos ação para que nenhuma criança em idade de vacinação seja matriculada em 2019 sem antes estar imunizada contra a poliomielite”, destacou.

 

Trajetória do Rotary

 

O fundador do Rotary Internacional é o americano Paul Percy Harris, nascido em 1868. Em 23 de fevereiro de 1905, Harris, juntamente com outros três homens de negócios, formaram o primeiro club, que recebeu o nome de “Rotary”, devido ao fato de seus sócios se reunirem em rodízio nos respectivos locais de trabalho. Seu quadro associativo cresceu rapidamente. Em 1907, surgiu o primeiro projeto comunitário: a instalação do primeiro sanitário público da cidade de Chicago.
Em 1910, foi realizada a primeira Convenção, congregando-se os clubs na Associação Nacional de Rotary Clubs. O primeiro Rotary Club fora dos Estados Unidos foi fundado em 1911 no Canadá. No Brasil, em 1942, recebeu do Presidente Getúlio Vargas a Ordem do Cruzeiro do Sul. Harris faleceu em 27 de janeiro de 1947.

Ao redor do mundo, são mais de 35 mil Rotary Clubs e 540 Distritos, com mais de 1,2 milhão de associados. No Brasil, são 38 Distritos, sendo cinco no Rio Grande do Sul; os maiores estão em São Paulo, com até 200 integrantes. Ao todo, momentaneamente, são 54 mil brasileiros rotarianos.

Em Caxias do Sul, os seis Clubs têm até o momento 131 integrantes. “Para alcançar as metas e fortalecer ainda mais as boas ações, sugerimos aos companheiros a possibilidade de criação de Clubs satélites (com menos pessoas, hoje o número mínimo para se formar um Club é de 20 integrantes), ligados a um Club. Quando eles atingirem 20 pessoas, eles têm a possibilidade de se tornar um Club”, detalhou Nelço Tesser.

 

« Voltar