Reivindicação de décadas será atendida

Comunidades

10 de outubro de 2017 às 13:35 hr
Texto
-a
+a

O governo do Estado autorizou, nesta segunda (9), a pavimentação de 14 quilômetros no entroncamento das rodovias ERS-437 e ERS-448, entre Antônio Prado e Nova Roma do Sul. Aguardada há décadas pela comunidade da região Nordeste, a obra beneficiará o escoamento da produção agrícola, com acesso para o centro do país, e estimulará o turismo regional. São mais de R$ 14,1 milhões em recursos da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, da Receita Federal, e do Tesouro do Estado.

A Matt Construtora é a empresa vencedora da licitação, iniciada em maio desse ano, e a execução da obra será feita pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem. A vigência começa a valer nesta quarta-feira (11), com prazo de 24 meses para os serviços.

O governador José Ivo Sartori enfatizou que sempre agiu com cautela sobre este anúncio por se tratar de uma rodovia historicamente importante para o Estado pela ligação com São Paulo. "Tenho certeza que a estrada, como era antes, não tinha como continuar. Sempre fui da cautela, da responsabilidade, e disse que só iríamos anunciá-la quando tudo estivesse garantido. Esse dia chegou", afirmou.

O prefeito de Antônio Prado, Juarez Santinon, reforçou a importância histórica do asfaltamento. "Essa é uma das estradas mais antigas do estado, que liga a capital ao centro do país. O sentimento desse ato é de justiça e de reconhecimento da relevância que ela tem para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul”, disse. O prefeito de Nova Roma do Sul, Douglas Pasuch, ressaltou que a obra "é um sonho e será um marco para o município e região".

 

« Voltar