População reclama do som alto de festas

Cidades

13 de abril de 2018 às 13:55 hr
Texto
-a
+a

Moradores de Ana Rech estão incomodados com as seguidas festas raves e de som automotivo que têm acontecido nas noites e madrugadas dos finais de semana nas imediações da barragem do Faxinal. De acordo com o presidente da Associação Amigos de Ana Rech, Alberto Sales, mesmo sendo um local relativamente distante cerca de seis quilômetros da zona urbana, o barulho é tão alto que pode ser ouvido em boa parte das residências. “Desde o ano passado estamos convivendo com esta situação que atrapalha o sossego de quem quer descansar. O problema não é a festa, mas o volume extremamente exagerado que extrapolam todos os limites do bom senso”, criticou.

Sales relatou que fez diversas solicitações às autoridades, sem êxito para a mediação do impasse. “Conversamos com a Brigada Militar, que nos relatou que por se tratar de área particular é preciso ter autorização para agir. Intercedemos junto ao Secretário de Segurança e Guarda Municipal. A resposta é que o problema não é com eles. Já protocolamos ofícios na Câmara e Prefeitura, mas parece que ninguém quer se responsabilizar”, julgou.

 

Informalidade dificulta ações de fiscais

 

O coordenador de operações da fiscalização da Secretaria do Urbanismo, Rodrigo Lazzarotto, assegurou que já indeferiu o pedido para a liberação das festas realizadas nas imediações da represa do Faxinal. “Emitimos uma interdição prévia. A partir de agora, o local está sendo monitorado pela Brigada Militar e pela Guarda Municipal. Caso ocorra o descumprimento, será feito um termo circunstanciado”, adiantou.

Para a realização de festas deste porte, Lazzarotto informou que o organizador precisa apresentar uma série de pré-requisitos como Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCI) e laudo acústico dentro dos parâmetros permitidos, entre outros. No entanto, frisa que a maioria destas festas acontece na clandestinidade. “A maior parte não chega ao nosso conhecimento. Por isso, a importância das pessoas denunciarem qualquer situação que possa estar em desacordo. Com esta ajuda, iremos investigar e agir conforme a necessidade”, garantiu.

Lazzaroto diz ser difícil estimar quantas festas com esta dimensão são realizadas em Caxias do Sul. Entretanto, ressaltou que a sua equipe monitora as rede sociais constantemente a fim de fazer identificações. “No ano passado, interditamos um evento que acontecia em um pavilhão próximo à sede recreativa da Marcopolo. Há pouco mais de um mês, agimos da mesma forma em evento em São Luiz da 6ª Légua. Estamos tentando controlar e fazer com cumpram o que a lei determina. Mas nem sempre é fácil identificá-los”, frisou.

 

Jornada do Mercosul

 

A Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Rio Grande do Sul promove, no Spa do Vinho, em Bento Gonçalves, a Jornada do Mercosul. A programação científica tem início na sexta-feira (13), às 16h, discutindo temas como urgências na sala de parto, ginecologia no dia a dia do consultório, casal infértil, rastreamento do câncer ginecológico e sexualidade, envelhecimento e sexualidade da mulher. No sábado, a partir das 8h30, serão abordados tópicos que incluem candidíase de repetição, doenças benignas da vulva e a conferência responsabilidade médica de assistência ao parto e patologias. Nos painéis apresentados durante a tarde serão abordados manejo e tratamento de patologias obstétricas. 

 

Sábado Solidário

 

O Banco de Alimentos promove o quarto Sábado Solidário de 2018 em Caxias do Sul. A ação ocorre neste sábado (14) em 41 mercados da cidade. O objetivo é arrecadar alimentos não-perecíveis, com prioridade para feijão e leite, que serão distribuídos a 111 entidades parceiras do município. A ação ocorre sempre no segundo sábado de cada mês. Na última edição, a arrecadação foi de 9,3 toneladas.

 

Dia da Graça

 

Neste sábado (14), um grupo de organizadores sociais públicos e privados, em parceria com o gabinete da deputada estadual Liziane Bayer (PSB), promoverá uma ação social denominada “Dia da Graça”, das 9h às 12h, no Praça Dante Alighieri, no centro de Caxias do Sul. Entre as atividades previstas constam serviços gratuitos de cabeleireiro, design de sobrancelha, aferição de pressão arterial, verificação de glicose, orientação jurídica, espaço kids (brinquedos infláveis e pintura no rosto) e escolinha do trânsito do Comando Rodoviário da Brigada Militar para crianças.

 

 

 

« Voltar