Legislativo canelense inicia atividades após recesso parlamentar

Política

10 de fevereiro de 2017 às 09:54 hr
Texto
-a
+a

Retornando às suas atividades após o recesso parlamentar, a Câmara de Vereadores realizou na noite de segunda-feira (6), no plenário Cyro Soares Sander, a primeira sessão ordinária da nova legislatura canelense. O ato marcou a estreia de nove dos onze vereadores no Legislativo, efetivando a renovação apoiada pelo povo nas últimas eleições municipais. A sessão foi acompanhada por dezenas de pessoas, contando com a presença de autoridades municipais, representantes de entidades e da iniciativa privada.

Em seu discurso de abertura do ano legislativo, o prefeito Constantino Orsolin (PMDB) falou sobre os primeiros dias de sua nova gestão, ressaltando o processo de pacificação da cidade e destacando o trabalho em conjunto entre os poderes. “Temos aqui as vertentes da democracia, homens e mulheres eleitos pela vontade popular, para atuar como agem os juízes, ouvindo atentamente, considerar sobriamente e decidir imparcialmente. Todas as sugestões e iniciativas que saírem daqui serão acolhidas com a mesma atenção”, disse Orsolin.

A união entre os poderes proposta pelo prefeito foi bem recebida pelos vereadores, que também prometem lutar pelo fim do ranço político, presente nos últimos governos. Mesmo se habituando à ordem dos trabalhos, os vereadores já apresentaram suas principais bandeiras. Dos onze vereadores, somente Alberi Dias (PPS) e Carlos Oliveira (PDT) já exerceram a função. Além da renovação, nota-se também a disparidade entre gêneros. Apenas duas mulheres – Carmen Lúcia de Moraes (PP) e Emília Fulcher (PMDB) – compõem o Legislativo.

 

A reportagem do Jornal Integração conversou com os vereadores e questionou sobre as expectativas para essa legislatura e quais suas bandeiras de trabalho. Veja o posicionamento de cada vereador:

 

Alberi Dias (PPS)

“Pretendemos manter um trabalho consistente, com visita aos bairros, atendendo os problemas da comunidade e trazendo até a Câmara de Vereadores, fazendo as indicações, ofícios, pedidos de providência, encaminhando ao Executivo e cobrando que ele o faça. Uma bandeira que estou carregando há muito tempo é da área da saúde, pois, não tendo saúde, não se tem nada. Ainda está muito precária, mas já está engatinhando para uma coisa melhor. Outra bandeira é em relação à busca de recursos, canalizando principalmente para a saúde, educação e esporte. Com recurso e criatividade, tudo isso fica bem mais fácil.”

 

Carlos Oliveira (PDT)

 “Pretendo manter nosso trabalho dos últimos quatro anos, defendendo aquele povo que mais precisa do poder público. Minhas bandeiras são na área da saúde e da educação. Nós do PDT saímos de um para três vereadores. Esse foi um trabalho feito ao longo dos quatro anos e que, graças a Deus, a comunidade entendeu. Hoje somos a segunda força política do município e temos que honrar com nosso trabalho o voto de quem nos colocou aqui. O PDT está fortalecido e com certeza a comunidade poderá contar com nosso trabalho.”

 

Carmen Lúcia de Moraes (PP)

 “Além do dever do vereador que é fiscalizar e colaborar, minhas bandeiras são a saúde, mais especificamente o hospital, o centro de convivência e também projetos relacionados à mulher. Estarei presente na comunidade e tenho o dever de fazer com que suas demandas sejam realizadas. Já atuei como vice-prefeita, mas a diferença é bastante grande, é um desafio muito maior. Nossa bancada decidiu que temos que lutar pela comunidade como um todo. Além disso, todos os projetos que fizermos será em nome da bancada do PP, e não em nome de cada vereador. Não estamos ali para competir, estamos para contribuir.”

 

Marcelo Savi (PMDB)

 “A expectativa é que a cidade volte a crescer, que se acorde desse marasmo. Esperamos reerguê-la, trabalhar em conjunto, com a união dos onze vereadores, Executivo, Judiciário, sempre em favor da comunidade. Vamos trabalhar firme também para uma maior conscientização do povo, que será extremamente importante para a mudança. Minhas principais bandeiras são a geração de emprego, a saúde, a educação e também na assistência às demais demandas. Também temos que investir em nosso turismo, mostrar uma cidade limpa.”

 

Ismael Viezze (PDT)

 “A expectativa inicial é de fazer um trabalho que realmente faça a diferença para Canela. Uma das bandeiras que defendi bastante durante a campanha e que, já no inicio deste mandato estamos trabalhando, é a questão da legislação. Acho que Canela tem uma legislação desatualizada, que precisa ser trabalhada e adaptada. Outro tema importante a ser trabalhado é a lei de publicidade e propaganda. Além disso, fazer um trabalho de motivação, de envolvimento da comunidade, promover encontros e atuar junto às entidades. Estou aberto ao diálogo e à participação.”

 

Jerônimo Terra Rolim (PSDB)

“A expectativa é a melhor possível. Acreditei na proposta do prefeito Constantino desde o início, com o discurso de uma administração decente, com a pacificação da cidade e resultados. Hoje vemos que ele está cumprindo, e esperamos que assim continue. Minhas principais bandeiras, como já vinha destacando desde a campanha, serão o hospital e causa animal. Temos problemas na saúde e muitos animais de rua, portanto, trabalharei principalmente nessas duas áreas. Acumulo também a função de líder do governo, em sintonia com o Executivo, e estamos dispostos a trabalhar juntos. Eles contam comigo e eu conto com eles, totalmente em conjunto. Antes de seis meses não farei criticas, mas, após isso, se precisar, não deixarei de fazer.”

 

Jonas Bohn Bernardo (PP)

 “As principais bandeiras que defenderei são o turismo, o esporte e o entretenimento, além da saúde e educação que são sempre precárias e essenciais. Trabalharemos em conjunto, esquecendo os ranços políticos. O que for bom para o município vamos apoiar sempre. E se for ruim, tem que ser fiscalizado e ter o máximo de transparência possível. Esperamos muito trabalho e agir com muita transparência. Todo ano se fala em acabar com a politicagem e nunca é feito, muitas coisas acabam parando nisso. Nesta legislatura acredito que isso vai terminar.  Mesmo sendo oposição, lutaremos pelo que a cidade precisa.”

 

Leandro Gralha (PMDB)

“Minhas bandeiras são uma saúde melhor, um transporte de qualidade para as pessoas que buscam a saúde na capital e em outras cidades, além de um transporte coletivo municipal de qualidade, com paradas decentes e policiamento de qualidade. Acho muito importante esquecer o ranço político e pensar na cidade de Canela. Saúde, educação e segurança são as minhas prioridades.”

Marcelo Drehmer (PMDB)
 “Minha principal bandeira é o esporte. Buscaremos recursos para construir um ginásio em nosso município. Esse é meu objetivo, mas atuarei em todas as áreas que forem necessárias. Acredito que será uma legislatura muito boa, estamos todos focados em trabalhar, ainda mais pela renovação que aconteceu. Como presidente da Câmara, a minha responsabilidade aumenta, mas me sinto tranquilo e noto que todos os vereadores estão dispostos a trabalhar por Canela.”

Emília Fulcher (PMDB)
“A expectativa é de fazer a diferença junto ao Poder Público. Minha bandeira sempre foi e continuará sendo a área da saúde, que conheço bem, domino todas as situações, mas, da mesma forma, atuarei em todas as outras áreas que a comunidade necessitar. Vou ser uma vereadora que não vai ter dó, vou fiscalizar, ser chata e não vou aliviar para companheiro nem partido. A partir de agora, o meu partido é Canela e vou vestir a camiseta.”

Merlin Jone Wulff (PDT)
“Sempre fui muito próximo à comunidade, realizando serviços voluntários e tudo mais. Pretendo auxiliar as pessoas no encaminhamento de suas demandas. Estou procurando me ajustar melhor nas funções da casa, mas pretendo atuar forte na área da saúde e da educação.”

« Voltar