Esportes

Internacional recebe River com casa cheia

A venda em tempo recorde, em menos de uma hora, dos mais de 40 mil ingressos mostra como deve ser a recepção do torcedor colorado no confronto desta quarta-feira (3), quando o Internacional
03 de abril de 2019

A venda em tempo recorde, em menos de uma hora, dos mais de 40 mil ingressos mostra como deve ser a recepção do torcedor colorado no confronto desta quarta-feira (3), quando o Internacional recebe o River Plate no Estádio Beira-Rio. O jogo válido pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América começa às 19h15 e um triunfo pode encaminhar vaga do Colorado à próxima fase.

Nesta terça-feira (2), o técnico Odair Hellmann comandou atividade final no CT Parque Gigante. O Internacional disputará a partida com os titulares, poupados no jogo de ida das semifinais do Gauchão. Os argentinos, por sua vez, jogaram no final de semana com a equipe titular, e também enfrentaram viagem desgastante.

O grande reforço do Colorado para a partida deve ser D’Alessandro. Recuperado de lesão, o gringo treinou normalmente nesta terça-feira e deve ser escalado para o duelo contra o ex-clube, que o lançou ao mercado em 2003. Pelo River Plate, D’Alessandro marcou 24 gols em 89 jogos. No Internacional já fez 91 gols em 437 partidas disputadas.

Com 100% de aproveitamento nas duas primeiras rodadas da competição, o Colorado vê o River Plate atrás, com dois pontos conquistados em empates contra o Palestino (Chile) e o Alianza Lima (Peru). Mesmo que seja derrotado em Porto Alegre, o Colorado permanecerá na liderança do Grupo A. O outro confronto do grupo ocorreu na terça-feira, no Chile, mas se encerrou após o término desta edição.

Cuesta fica até o final de 2021

O Internacional acertou ampliação do vínculo de Victor Cuesta até o final de 2021. O defensor de 30 anos já atuou em 98 partidas pelo clube gaúcho e fez seis gols. O pai do atleta anunciou a renovação do contrato. O Internacional confirmou a nota. Agora, a prioridade do Colorado é a ampliação de contrato com Nico López, que se encerra na metade de 2020. A partir de janeiro, ele pode assinar pré-contrato com qualquer clube sem ressarcir o Internacional.