Em Canela e Gramado, 62.617 eleitores vão às urnas neste domingo

Política

07 de outubro de 2018 às 07:41 hr
Texto
-a
+a

Em mais uma importante representação da cidadania, milhares de canelenses e gramadenses participarão das eleições gerais que acontecem neste domingo (7). Mesmo com uma população menor, Gramado possui 91 eleitores a mais do que Canela – 31.354 contra 31.263. Juntos os dois municípios somam 62.617 votantes, que estarão distribuídos em 182 seções eleitorais. As votações iniciam às 8h e encerram às 17h no horário de Brasília.

Conforme o chefe do Cartório Eleitoral, Jerônimo Fagundes de Souza, em virtude da extinção da zona eleitoral de Gramado, o número das seções eleitorais foram alteradas no município. No entanto, na eleição os locais contarão com ambos os números (atual e o antigo) para facilitar o acesso do eleitor. Por exemplo, a seção nº 1 passa a ser nº 138, mas estará com as duas identificações. As seções continuarão nos mesmos locais, exceto as da Escola Infantil 25 de Julho, que estará fechada. Sendo assim, as respectivas seções funcionarão na Casa da Juventude, em frente ao Lago Negro.

Devido ao crescimento do número de eleitores, foi necessária a criação de uma nova seção eleitoral em Canela. A seção número 95 ficará nas dependências do Campus Região das Hortênsias da UCS, que pela primeira vez passa a ser utilizado como ponto de votação, sendo considerado o local ideal para futuras expansões, levando em conta o provável aumento do eleitorado nas próximas eleições.

Justificativas

Neste domingo (7), o eleitor que estiver fora de seu domicílio eleitoral terá de justificar sua ausência por meio do Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que deve ser preenchido e entregue apenas no dia da eleição nos locais de votação ou justificativa. Em Canela, as mesas específicas de justificativa ficam no Colégio Marista, Coopec, João Corrêa e Câmara de Vereadores. Em Gramado, ficam no Expogramado, Praça Major Nicoletti, Ginásio Nelson Dinnebier, Colégio CNEC e Maximiliano Hahn.

Para justificar a ausência, o eleitor deve estar munido do número do título eleitoral e de um documento oficial de identificação. Consideram-se documentos oficiais: via digital do título de eleitor (e-Título) com fotografia; carteira de identidade; passaporte ou outro documento oficial com foto, de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei; certificado de reservista; carteira de trabalho; e carteira nacional de habilitação. Não se admitem certidões de nascimento ou de casamento.

De modo geral, a justificativa é válida somente para o turno ao qual o eleitor não compareceu. Assim, se ele deixou de votar no primeiro e no segundo turno da eleição, terá de justificar a ausência nas duas oportunidades, obedecendo aos requisitos e prazos. Ele pode justificar sua ausência quantas vezes forem necessárias, mas deve estar atento à eventual revisão do eleitorado no município onde for inscrito.

Cada ausência não justificada gera um débito com a Justiça Eleitoral e, enquanto não for quitado, o eleitor estará sujeito a uma série de restrições. Conforme o Código Eleitoral, completadas três ausências consecutivas não justificadas, o título será cancelado. Para regularizar a situação eleitoral, será necessário o pagamento ou a dispensa das multas e a realização da revisão ou transferência do título.

Voto em Trânsito - Não existirão pontos para voto em trânsito (fora do seu domicílio eleitoral) na região. Eles ocorrem apenas em municípios com mais de 100 mil eleitores ou capitais, e sendo possível somente para eleitores que informaram previamente à Justiça Eleitoral. No estado os municípios aptos ao voto em trânsito são: Canoas, Caxias do Sul, Pelotas, Porto Alegre e Santa Maria.

SOS Eleitor

A Justiça Eleitoral gaúcha está prestando atendimento aos eleitores por meio do serviço SOS Eleitor. O canal de comunicação é destinado a esclarecer dúvidas sobre questões relacionadas ao local de votação, título de eleitor, justificativa, entre outros assuntos. Para utilizar o serviço, o cidadão deve ligar para o número 148. Todas as chamadas realizadas no Rio Grande do Sul terão o custo de uma ligação local.

O canal contará com 40 postos telefônicos no dia anterior à votação e 90 na data do pleito. No sábado o horário de funcionamento será das 9h às 19h e no domingo das 7h às 17h.O serviço soma-se aos que são disponibilizados pelo site do TRE-RS, onde podem ser obtidas todas as informações sobre as eleições.

« Voltar