Eleições 2016: Candidatos gastam pouco na campanha

Política

08 de novembro de 2016 às 11:07 hr
Texto
-a
+a

Passado um mês das eleições municipais, os candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador finalizaram a prestação de contas das respectivas campanhas para o pleito, que ocorreu no dia 2 de outubro. O prazo encerrou no dia 1º de novembro.

Quem não resolveu sua situação, não poderá ser diplomado, caso eleito. Mas esta não é a situação de nenhum dos vereadores ou prefeitos eleitos nas duas cidades, pois todos quitaram seus débitos com a Justiça Eleitoral.

Sem dinheiro de empresas, as campanhas foram abastecidas por doações de pessoas físicas e fundos partidários. 

Em Canela, com um limite de gastos estipulados de R$108.039,06 para os candidatos à majoritária e de R$ 44.810,14 para os que buscavam uma vaga no Legislativo, a campanha teve uma redução significativa no pleito deste ano.

Em Gramado, a situação se mostrou diferente do município vizinho, onde os dois candidatos à majoritária tiveram um limite de gastos estipulados em R$ 392.204,02. Enquanto os candidatos para a vaga no Legislativo gramadense tiveram o limite de gastos estipulados em R$34.329,67.

Prestação de contas dos candidatos a prefeito 

Canela

Constantino Orsolin (PMDB)

Arrecadou: R$8.480,00

Gastou: R$8.000,00

Principais doadores: Constantino Orsolin (R$8.000,00); Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) (R$ 280,00); Luiz Fernando Tomazelli (R$ 100,00) e Vilmar da Silva Santos (R$ 100,00).

Principais gastos:

Publicidade por adesivos: R$ 3.470,00

Publicidade por materiais impressos: R$ 1.600,00

Erni Schäfer (PP)

Arrecadou: R$15.328,98

Gastou: O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas.

Principais doadores: Diretório Municipal do Partido Progressista (PP) R$15.328,98

Principais gastos: 

Publicidade por materiais impressos: R$11.203,98

Publicidade por adesivos: R$4.125,00

José Vellinho Pinto (PDT)

GRAMADO

João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT)

Arrecadou: R$ 149.310,00

Principais doadores: João Alfredo de Castilhos Bertolucci (R$ 58.500,00); Fabiano de Castilhos Bertolucci (R$ 25.000,00); Perciano de Castilhos Bertolucci (R$ 15.000,00); Arlete Bertolucci Guimaraes (R$ 15.000,00); Evandro João Moschem (R$ 10.000,00); Rosmari Schwingel Luz (R$ 5.500,00); Maria do Carmo Bertolucci Mariot (R$ 5.000,00); Fabio Bordin (R$ 2.500,00); Enor Francisco Terres da Luz (R$ 2.500,00); Eloy Terres da Luz (R$ 2.000,00); Flavio Milton de Souza (R$ 2.000,00); Nadio Sadi Frumi (R$ 2.000,00); Tiago Chanan Simon (R$ 1.000,00); Lucilla Grings Weber (R$ 1.000,00); Carlos Alberto Maciel Borges (R$ 1.000,00); Alexandre Jose Maioli Sartori (R$ 880,00); Renato Ferrari (R$ 430,00).

Principais gastos: Despesas com pessoal (R$ 48.095,00); Publicidade por materiais impressos (R$ 25.328,00); Produção de programas de rádio, televisão ou vídeo (R$ 22.000,00); Publicidade por jornais e revistas (R$ 14.507,42); Alimentação (R$ 8.717,00).

Despesas: No site do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, não apresentava despesas cadastradas. 

Pedro Henrique Bertolucci (PP)

Arrecadou: R$ 354.000,00

Principais doadores: Pedro Henrique Bertolucci (R$ 35.000,00); Luis Carlos Silveira (R$ 35.000,00); Gino Marius Perine (R$ 35.000,00); Luiz Andre Tissot (R$ 35.000,00); Plinio Rafael Ghisleni (R$ 25.000,00). (No site do Tribunal Eleitoral Superior (TSE) não constam todos os doadores, apenas o ranking de doadores).

Principais gastos: Despesas com pessoal (R$ 48.656,73); Publicidade por materiais impressos (R$ 45.518,80); Diversas a especificar (R$ 45.166,70); Publicidade por adesivos (R$ 34.547,00); Publicidade por jornais e revistas (R$ 29.207,90).

Despesas: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

Vereadores Eleitos 

CANELA

Alberi Dias (PPS)

Arrecadou: R$ 3.470,00

Gastou: R$ 3.270,00

Leandro da Saúde (PMDB) 

Arrecadou: R$ 954,00

Gastou: R$ 500,00

Marcelo Savi (PMDB) 

Arrecadou: R$ 1.834,00

Gastou: R$ 1.380,00

Carmen Seibt (PP) 

Arrecadou: R$ 2.197,32

Gastou: R$ 1.900,00

Jonas Bohn Bernardo (PP) 

Arrecadou: R$ 2.767,32

Gastou: R$ 2.480,00

Ismael Viezze (PDT) 

Arrecadou: R$ 3.157,35

Gastou: R$ 2.703,35

Jone do Jornal (PDT) 

Arrecadou: R$ 4.500,31

Gastou: R$ 3.969,20

Marcelo Tiririca (PMDB) 

Arrecadou: R$ 3.164,00

Gastou: R$ 2.710,00

Jerônimo Terra Rolim (PSDB)

Arrecadou: R$ 6.070,00

Gastou: R$ 5.770,00

Luciano Melo (PMDB) 

Arrecadou: R$ 1.989,00

Gastou: R$ 1.535,00

Carlão (PDT) 

Arrecadou: R$ 1.181,31

Gastou: R$ 650,00

GRAMADO

Dr. Ubiratã (PP)

Arrecadou: R$ 10.558,15

Gastou: No site Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

Volnei da Saúde (PP)

Arrecadou: R$ 8.000,00

Gastou: R$ 7.991,35

Professor Daniel (PT)

Arrecadou: R$ 2.894,50

Gastou: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

Rafael Ronsoni (PP)

Arrecadou: R$ 8.860,00

Gastou: R$ 8.860,00

Luia Barbacovi (PP)

Arrecadou: R$ 11.940,00

Gastou: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

João Teixeira (PMDB)

Arrecadou: R$ 3.854,00

Gastou: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

Manu Caliari (PRB) 

Arrecadou: R$ 34.200,00

Gastou: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresentava despesas cadastradas. 

Rosi Ecker Schmitt (PP)

Arrecadou: R$ 31.345,45

Gastou: R$ 26.745,20

Everton Michaelsen (PMDB)

Arrecadou: R$ 4.054,00

Gasto: No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não apresenta despesas cadastradas.

 

 

« Voltar