DEFICIÊNCIA AUDITIVA: Guerra propõe intérprete de libras em bancos e shoppings

Política

10 de agosto de 2018 às 08:50 hr
Texto
-a
+a

O líder de governo, vereador Chico Guerra/PRB, também foi à tribuna da Câmara de Vereadores, na sessão desta quinta, para apresentar um projeto. A matéria visa tornar obrigatória a presença de profissionais capacitados na Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) em agências bancárias e shopping de Caxias.

Segundo ele, a finalidade é facilitar a inclusão social de deficientes visuais nestas empresas. Chico acredita que a falta de trabalhadores capacitados em libras pode proporcionar constrangimento aos deficientes.

Chico Guerra também ressaltou que a nova legislação não traria mais despesa às empresas, sem a necessidade de contratar novos trabalhadores. A ideia é de que profissionais já em atividade sejam capacitados. O custo ficaria por conta da empresa.

Na opinião de Chico Guerra, ganha a empresa e o funcionário. “Os capacitados teriam incremento em seus currículos, com mais esta habilidade. Com isso, ganham a possibilidade de uma maior estabilidade no emprego”, acrescentou.

 

 

« Voltar