Comissão debate ações para coibir badernas na Estação

Cidades

07 de fevereiro de 2019 às 12:30 hr
Texto
-a
+a

A busca de soluções para o problema da violência e do álcool envolvendo jovens no Bairro São Pelegrino pautou a primeira reunião do ano da Comissão de Segurança Pública e Proteção Social da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul. O encontro teve o objetivo de planejar ações imediatas, de médio e longo prazo, para solucionar as badernas envolvendo adolescentes e jovens no Largo da Estação Férrea. “Sabemos que esse problema da Estação não é de hoje e que, no curto prazo, a solução deve vir do Executivo, que é o poder responsável. Mas, como Legislativo, podemos promover o diálogo entre todos os públicos para, juntos, construirmos soluções efetivas e consistentes de longo prazo, incluindo uma grande discussão sobre o consumo de álcool, o lazer dos jovens, a participação das famílias na criação dos filhos e a qualidade da educação, haja vista a crescente evasão escolar”, opinou a vereadora Paula Ioris, que preside a comissão.

Uma moradora do Bairro São Pelegrino, próxima do Largo da Estação Férrea, acompanhou a reunião e desabafou. “É grave o que está acontecendo ali, o que a gente vê das janelas de casa. Os empresários sérios estão sendo prejudicados por proprietários de pequenos bares que vendem bebida a menores e os estimulam a beber em frente a esses estabelecimentos, o que gera aglomeração e excessos de toda ordem. Já conseguimos fechar um estabelecimento, mas eles sempre voltam. Falta fiscalização”, denunciou.

Ficou definido que a comissão realizará uma reunião de trabalho na quarta (13), às 13h30, na sala Geni Peteffi, na Câmara Municipal. Serão convidados moradores e empresários da região, secretários de pastas envolvidas, como Urbanismo e Segurança Pública, e representantes da Brigada Militar, Guarda Municipal, Polícia Civil e Conselho Tutelar para debater e criar soluções imediatas para o problema. Também está agendada para fevereiro, sem data definida, reunião para discutir questões de segurança no Carnaval entre organizadores de blocos, Prefeitura e órgãos de segurança e proteção social.

Como estratégia de longo prazo, o grupo parlamentar pretende realizar encontros para escutar adolescentes, ativistas do esporte e cultura, e de outros movimentos sociais, incluindo entidades empresariais, para a construção de um projeto de cidade que estimule a saúde física e mental da juventude, oferecendo alternativas de lazer a este público, cada vez mais jovem, com o objetivo de reduzir o elevado consumo de álcool e drogas. A comissão ainda é integrada por Gládis Frizzo/MDB, Adiló Didomenico/PTB, Renato de Oliveira/PCdoB e Velocino Uez/PDT.

 

 

« Voltar