CICLISMO: Tatiane defende plano cicloviário

Política

07 de fevereiro de 2019 às 12:20 hr
Texto
-a
+a

No primeiro pronunciamento o discurso de posse, a vereadora Tatiane Frizzo/SD foi à tribuna, na sessão desta quarta-feira (6) para defender maior utilização de um meio de transporte alternativo: a bicicleta. Ela sugeriu a criação de um plano municipal cicloviário para os próximos anos. Ela também defendeu melhor comunicação entre Prefeitura, técnicos e ciclistas para que ocorram utilização e implantação de ciclovias e ciclofaixas com o propósito de garantir mais segurança à comunidade.

A parlamentar destacou que, na Austrália, a bicicleta é um modal de transporte. Disse que, naquele país, o ciclismo faz parte da cultura da população. “Em Melbourne, uma cidade com 4 milhões de habitantes, a bicicleta é bastante usada porque há condições para isso”, revelou.

Tatiane lembrou ainda que, em 2015, colaborou na montagem do projeto Viva Bike. Ela também destacou que analisa o projeto do novo Plano Diretor, enviado pelo Executivo no ano passado à Câmara de Vereadores. A intenção é garantir, por meio dele, estrutura para facilitar o ciclismo em Caxias do Sul. Entre as medidas sugeridas estão sinalização e manutenção das calçadas.

 

TEMA PARA NOVA COMISSÃO

 

O vereador Alberto Meneguzzi/PSB alertou para um conflito entre moradores e ciclistas na região da 3ª Légua por causa das condições das estradas, que não são ideais para a prática do ciclismo, pois falta acostamento. “Um problema sério de mobilidade que precisa ser avaliado”, disse. Já o defensor do esporte, Felipe Gremelmaier/MDB, complementou que é necessário ampliar a discussão.

Gustavo Toigo/PDT concordou com a questão do planejamento. Ele sugeriu a criação de um grupo de trabalho. “O modal cicloviário deve ter, na Câmara, uma comissão temporária com vigência de um ano para ampliar o debate e dar ao assunto o tratamento que ele merece, com programas educacionais voltados à população”, indicou.

Paula Ioris/PSDB enfatizou que o ciclismo gera mudança de comportamento na qualidade de vida e nos hábitos, além de inibir o uso de álcool. O vereador Elói Frizzo/PSB lembrou que trouxe a ideia da ciclofaixa, de São Paulo. Medida que, segundo ele, foi implantada em governos passados, na Perimetral Norte, mas que sofreu críticas por parte dos ciclistas e, hoje, não existe mais.

 

« Voltar