Após 20 anos UCSTV deixará de operar

Cidades

14 de novembro de 2017 às 12:45 hr
Texto
-a
+a

Após duas décadas integrando em sua grade de programação a comunidade e a universidade por meio de temas culturais, a UCSTV, anunciou na tarde de ontem, que não irá aderir ao sistema digital. Conforme a nota divulgada pela assessoria de comunicação da Universidade de Caxias do Sul (UCS), a atual capacidade de investimentos da Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS) torna inviável a migração da UCSTV do sistema analógico para o digital.

A nota ainda destaca que a decisão adotada pelo conselho diretor da FUCS leva em consideração estudos realizados por comissão criada exclusivamente com este propósito. Ela foi analisada e explorada de seus mínimos aos mais abrangentes itens. Partindo de uma pesquisa de audiência de TV aberta, passou por aprofundada avaliação do mercado regional, com suas potencialidades e de tendências da comunicação.

Ao mesmo tempo, está sendo criado o UCS Play, modelo que atende necessidades da Fundação e favorece maior interatividade acadêmica. Segundo a nota, trata-se da implantação de um projeto inovador, que usa plataforma de fácil acesso, mais adequado aos tempos de convergência tecnológica e de consumo por demanda, e de menor custo.

A UCSTV seguirá operando até o desligamento do sinal analógico, programado para acontecer na região em 31 de janeiro de 2018. O Centro de Teledifusão Educativa (Cetel) permanecerá ativo com o UCS Play e as três emissoras de rádio UCSFM em Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Vacaria.

 

Divulgadora da cultura - Com uma programação cultural voltada para a elevação do conhecimento, a UCS TV tem como programas principais o Rede de Olhares que abre espaço para a diversidade de linguagens, conteúdos, formatos e expressões que integram a vida das pessoas, em especial os ambientes de comunicação social e de construção do conhecimento. O Camaleão, aberto à diversidade de visões sobre temas provocadores, com platéia e conteúdos de vários formatos e linguagens. E o programa Terra, que é voltado ao resgate das tradições do Rio Grande do Sul. O Terra está na grade da UCSTV há 20 anos.

A emissora tem, em seu quadro funcional, 29 pessoas. Destas, 18 trabalham diretamente com a TV. Deste total, 13 devem ser demitidos. Os demais serão reaproveitados em outros projetos.

 

 

 

 

 

« Voltar