APARTE

Política

14 de setembro de 2018 às 08:40 hr
Texto
-a
+a

Com toda a pompa e circunstância, tomou posse, nesta quinta (13), o novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli. A solenidade ocorreu no fim da tarde, no plenário do Supremo. Ele substitui a ministra Cármen Lúcia e exercerá o cargo por dois anos. Dias Toffoli tem 50 anos. Ele chegou ao STF, em 2009, pelas mãos do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva/PT. O magistrado havia sido advogado-geral da União e procurador das campanhas eleitorais do PT.

 

DICURSO EMOCIONADO

 

A vereadora Gladis Frizzo/MDB quase foi às lágrimas, na tribuna da Câmara, na sessão desta quinta-feira (13). O tema do pronunciamento foi a notificação extrajudicial para despejo do Clube de Mães Santa Rita de Cássia de prédio que ocupa no Bairro Desvio Rizzo. Segundo Gladis, os moradores estão se mobilizando e elaboraram abaixo-assinado. A parlamentar contou um pouco da história da entidade e ressaltou que a diretoria protocolou representação no Ministério Público, solicitando que o órgão adote providências para que o clube permaneça no prédio. Ainda segundo ela, a comunidade também construiu, em parceria com a iniciativa privada, o local que abriga o Corpo de Bombeiros.

 

ESCOLINHAS DA TERCEIRIZAÇÃO

 

Para despejar a União de Associações de Bairros, associações de moradores e, agora, um Clube de Mães, o Executivo tem sempre a mesma argumentação: instalar uma escola de educação infantil em cada um desses prédios. No final da tarde desta quinta, o Executivo enviou notícia à imprensa, onde já deu como favas contadas a desocupação do local por parte da entidade. A Secretaria Municipal de Educação informou que, no local, vai instalar uma escolinha com capacidade para receber 90 de uma demanda de 550 crianças que buscam vaga nesta modalidade, no bairro. Segundo a secretaria, no primeiro andar, já funciona uma escola de educação infantil. Em reunião com a diretoria, o governo teria se comprometido a conseguir um novo local para o Clube de Mães. O Executivo anunciou um investimento de R$ 500 mil para a nova escolinha.

 

JAIRO JORGE CRITICA SARTORI

 

 

Em campanha por Caxias do Sul, nesta quinta (13), o candidato do PDT ao governo do Estado, Jairo Jorge, criticou o governador José Ivo Sartori/MDB. No comitê de campanha do candidato a deputado federal, ex-prefeito Alceu Barbosa Velho, ele manifestou-se contra a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal: “Afirmar que o Rio Grande tá no rumo certo é subestimar o eleitor e seu entendimento da realidade. Como pode o governador dizer que tem compromisso com saúde, educação e segurança se o acordo que ele defende de renegociação da dívida só permite contratação de servidores em caso de aposentadoria ou morte? Isso é incoerente. O plano de recuperação fiscal vai quebrar o Estado de vez".

Jairo Jorge defende a repactuação da dívida do Estado com a União e a redução de impostos. "Ciro Gomes é o único candidato que se comprometeu a renegociar a dívida do Estado em outro patamar. E eu sou o único candidato a propor a redução de impostos", diferencia o pedetista.

 

APOIO POR TRÁS DAS CÂMERAS

 

Um dia depois de declarar apoio ao candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, o deputado federal Luis Carlos Heinze/PP – candidato ao Senado pelo Rio Grande do Sul – disse à imprensa da capital gaúcha que não irá utilizar o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV para fazer campanha para Bolsonaro. O PP gaúcho apoia Geraldo Alckmin/PSDB e indicou a candidata à vice-presidente, a senadora Ana Amélia Lemos. Ele justifica que o espaço é da coligação e não dos candidatos de forma individual.

 

« Voltar