APARTE

Política

09 de março de 2018 às 13:10 hr
Texto
-a
+a

O Dia Internacional da Mulher foi marcado pela presença na tribuna das três vereadoras desta legislatura: Denise Pessôa (PT), Gladis Frizzo (PMDB) e Paula Ioris (PSDB). Para a primeira, uma data mais que especial. Com histórico de luta pelos direitos humanos – cuja Comissão ela preside neste ano – Denise assumiu, em momento festivo, a recém-criada Procuradoria da Mulher. A parlamentar foi empossada pelo presidente, Alberto Meneguzzi (PSB), juntamente com as colegas Gladis e Paula Ioris, e com a ex-deputada estadual Marisa Formolo (PT). A Procuradoria foi aprovada em 30 de novembro do ano passado por proposição da ex-vereadora Ana Corso (PT). Denise disse que o Legislativo assume mais um compromisso com a democracia: “Não existe uma democracia onde as mulheres não tenham espaço e voz”. No discurso, ressaltou conquistas como a Lei Maria da Penha, a preferência no programa Minha Casa, Minha Vida e a titularidade no Bolsa Família. Falou ainda da desigualdade salarial em relação aos homens e da crescente participação na política.

 

CONTRA O ASSÉDIO NO TRANSPORTE

 

E foi Denise Pessôa quem protocolou, na quinta, projeto de lei que cria o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo. A ideia é criar uma ouvidoria para receber denúncias e encaminhar à polícia, capacitar a tripulação dos ônibus para intervir nos casos de assédio sexual às mulheres e obrigar à concessionária – no caso, a Visate – a manter e estimular campanhas permanentes contra o crime no transporte coletivo.

 

REFLEXÃO PELA VIOLÊNCIA

 

Foi o que fez a vereadora Gladis Frizzo (PMDB) na tribuna da Câmara de Caxias. No Dia Internacional da Mulher, ela falou de dados referentes à violência contra as mulheres, com base no Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Uma estatística alarmante, segundo ela, com relação a um crime violento: “Em média, 10 estupros coletivos diários são cometidos no país, notificados pelo Ministério da Saúde, sendo que 30% dos municípios não fornecem esses dados”. Fato este que, na visão de Gladis, se agrava pelo reduzido número de prisões dos autores do crime. Conforme a parlamentar, em Caxias, no ano passado, a violência contra a mulher aumentou. “Os 39 registros de estupro representam crescimento de 44% em relação a 2016”, quantificou.

 

RECONHECIMENTO PELO TRABALHO

 

Além do incremento na defesa dos direitos e na reflexão pela criminalidade cometida contra o sexo feminino, a sessão oficiosamente solene desta quinta-feira, também foi para reconhecer o empreendedorismo da mulher caxiense. O plenário aprovou, por unanimidade, a criação do Dia Municipal da Mulher Empresária Caxiense, que foi proposto pela vereadora Paula Ioris (PSDB). Pela lei – encaminhada para sanção do prefeito Daniel Guerra –, a data será comemorada, anualmente, em 28 de novembro. A data marca o nascimento de Amábile Zanandrea Stedile, esposa de Francisco Stedile, fundado do grupo Agrale. Segundo a tucana, a data deverá servir para conscientizar a sociedade sobre o papel da mulher no desenvolvimento econômico do Município.

 

PROGRESSISTAS PELA LIBERDADE

 

Este é o nome do movimento instalado, na manhã desta quinta, na sede do Progressistas/RS, em Porto Alegre. O Progressistas pela Liberdade nasce no PP gaúcho como expressão de seus filiados identificados com ideais liberais. A iniciativa é inédita no estado. O presidente é o vereador da Capital, Ricardo Gomes, e o vice, o vereador de Santo Antônio da Patrulha, Rodrigo Massulo. O secretário-geral é o vereador de Sapucaia do Sul, Cleber Rachel, e 1º secretário, o secretário adjunto do Desenvolvimento Econômico de Santa Maria, Marco Jacobsen. O evento teve as presenças do presidente estadual do partido, Celso Bernardi; vice-prefeito de Porto Alegre, Gustavo Paim; presidente do Instituto de Previdência do Estado, Otomar Vivian, deputados, vereadores e demais lideranças do PP.

 

TUDO CERTO COM ALCEU

 

O projeto de decreto legislativo, que acolheu o parecer favorável do Tribunal de Contas do Estado às contas do ex-prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT), referente ao exercício financeiro do Município, em 2015, foi aprovado na sessão ordinária desta quinta-feira (8). A matéria é de autoria da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Fiscalização e Controle Orçamentário, presidida pelo vereador Gustavo Toigo (PDT).

 

« Voltar