APARTE

Política

13 de setembro de 2017 às 12:35 hr
Texto
-a
+a

O vereador Renato Nunes (PR) usou a tribuna da Câmara, ontem, para chorar as mágoas dos governos de José Ivo Sartori (PMDB) e Alceu Barbosa Velho (PDT). Na defesa da gestão Daniel Guerra/Ricardo Fabris, o assunto era o que ele considera de excesso de requerimentos de pedidos de informações emitidos pelo Legislativo. A conta já chega em torno de 200. Na linha de raciocínio, ele pediu calma aos colegas e lembrou que, nas duas últimas legislaturas, ele e o então–vereador Guerra tiveram mais de 90% dos pedidos de informações negados pelo plenário. “Por quê? Porque tinham a maioria – como continuam tendo aqui hoje – e não aprovavam os pedidos de informação da gente. Por quê? Birra? Não queriam dar as devidas informações? Tinha medo de – sei lá –a gente descobrir alguma coisa, não queria que a gente soubesse a verdade? Não sei. Imagina se continuar nesse ritmo ou se aumentar; daqui a pouco, o secretário não vai poder fazer mais nada, vai ter parar e ficar só respondendo os pedidos informação dos vereadores. Vamos deixar um pouquinho para os outros três anos e pouco, minha gente. Senão não vai ter assunto. A Guarda Municipal já tem uns quinhentos pedidos de informação. Então vamos dar tempo ao tempo. Deixa o homem trabalhar. Não vamos parar todas as secretarias, não vamos parar o secretário para ficar só respondendo pedido de informação agora, meu Deus”, discursou.

 

OPOSIÇÃO REBATE

 

PAULO PÉRICO – PMDB

Se esta é uma nova gestão que faça diferente. Se a outra não lhe atendeu e se esta é uma nova gestão que atenda e que mostre que é diferente como sempre vem dizendo que é uma gestão. Se isso é o comparativo, então mostrem que são realmente diferentes e que não perseguem ninguém. Pronto. Eu gostaria então que essa administração respondesse mais rapidamente que aquela que o senhor falou anteriormente respondeu. Simples, assim essa administração estará dando uma resposta de que efetivamente ela é gestora”.

 

RAFAEL BUENO - PDT

“E se nós estamos fazendo essa avalanche de pedidos de informações é porque os secretários não atendem telefone, não agendam reuniões, eles não esclarecem para os nossos assessores. Eu quero dizer uma coisa, vereador Renato Nunes. O senhor falou que dá despesa pedido de informações. Eu tenho certeza de que o pedido de informações é bem mais econômico do que o CC que a sua mulher tem lá Codeca e com a bancada que o senhor criou aqui na Câmara de Vereadores, do PR, que junto dá mais de R$ 30 mil”.

 

FLAVIO CASSINA – PTB

“Na administração passada, havia um diálogo. Então, quando nós queríamos alguma informação, era só pegar o telefone e falar direto com o setor. Coisa que não ocorre agora, vereador Renato. Porque diálogo zero, todo mundo está vendo isso aí no dia a dia. E eu gostaria também de dizer que o vereador Renato continua com mania de perseguição, dizendo que não é atendido, que é tudo vício de origem e não sei o que mais. Mas tá na hora de parar com isso aí também”.

 

FORA PALOCCI

A executiva estadual do PT, emitiu nota, na noite de segunda-feira (11), exigindo a expulsão do ex-ministro Antonio Palocci. O documento foi assinado pelo presidente do partido no Estado, o deputado federal caxiense Pepe Vargas. Segundo a nota, a permanência de Palocci no partido “éincompatível com o compromisso que se espera de um partido de esquerda”. Ainda segundo a nota, Palocci se contradisse agora com relação ao depoimento prestado no ano passado, onde ele ameaçou delatar grandes bancos e uma grande empresa de comunicação do país. Nas entrelinhas, o PT gaúcho chama o ainda correligionário, de traidor. A pergunta que não quer calar: a Executiva não vai pedir a expulsão de outros processados também?

 

ALGUEL EM DIA

O Executivo quitou a dívida que tinha com a Paróquia de Santa Lúcia do Piaí, referente ao aluguel do local onde está instalada a Unidade Básica de Saúde e a escola municipal. A informação é do pároco, padre MiroDalberto. O valor estava em R$ 64 mil até o mês de julho. Segundo o reverendíssimo, foi prometido que o aluguel do mês de agosto será pago ainda em setembro. 

« Voltar