Leia Fácil

Fernando Santos

APARTE

17 de abril de 2019 às 08:40
Foto: Foto: Gabriela Bento Alves, Divulgação

Fogos para o Cristo Redentor!

 

A sugestão foi do vereador Eloi Frizzo/PSB ao colega Rafael Bueno/PDT para o dia da inauguração da UBS Cristo Redentor – pronta desde janeiro de 2017 e que deverá abrir as portas para o público até o início de maio. “Estamos há dois anos e quatro meses com três Unidades Básicas de Saúde fechadas, novas. Quase 30 meses. Isso é um absurdo! Então, acho que V.Sa. [Rafael] tem que já reservar umas 20 caixas de foguetes para o dia que efetivamente a unidade básica do Cristo Redentor funcionar”, sugeriu Frizzo. Bueno aproveitou a deixa de Frizzo e já colocou o presidente da Casa, Flavio Cassina/PTB, na obrigação de doar os foguetes. Ele lembrou que os fogos que saudaram a assinatura da ordem de início da obra, em 2014, foram doados pelo petebista.

 

PREFEITINHO

 

No aparte ao pronunciamento de Bueno na tribuna, Eloi Frizzo ainda criticou a demora da atual gestão em obter a qualificação da UPA Zona Norte, que receberá R$ 250 mil do Ministério da Saúde, também a partir de maio. Somado ao mesmo valor já repassado pelo Estado, serão R$ 500 mil de ajuda para cobrir parte dos mais de R$ 1,9 milhão que a Prefeitura paga, por mês, pela terceirização da UPA ao Instituto de Gestão e Humanização (IGH). “Isso já estava lá no final do governo Alceu para ser recebido no começo do outro ano [2017]. Levaram dois anos e meio para encaminhar essa documentação ao Ministério da Saúde. E aí pergunto: isso é gestão prometida há dois anos e meio que se apresentava como uma grande revolução em Caxias do Sul? É uma decepção total, um desgoverno. E o prefeito, sem dúvida nenhuma, é o pior dos últimos 50 anos de Caxias do Sul. É um grande prefeitinho, com uma equipe técnica das piores, com raras exceções que se salvam ali dos seus currículos”, criticou Frizzo.

 

KIKO “SÃO TOMÉ”

 

O tema da abertura da UBS Cristo Redentor também deu pano para manga na declaração de liderança do PSD pelo vereador Kiko Girardi/PSD. Ele disse que só acredita vendo a unidade sendo aberta. Isso porque, segundo ele, não tem médico na rede básica para suportar a atual demanda “Imagina se abrirem esta e as UBSs São Vicente e Reolon”. Kiko representa o Bairro Serrano, onde há mais de um mês o Executivo tem dificuldade de colocar médico para atender à população. “Se falta médico nas UBSs que estão funcionando, não tem como abrir outras. O senhor [Rafael Bueno] citou a do Serrano. Eu nem tenho falado na comunidade que esse médico foi para lá com a condição de ele vir depois para o Cristo Redentor. Eu nem falo isso, porque a população vai começar a cobrar o médico, vai começar a se manifestar, e ele poderá se sentir constrangido e também desistir. E também tem aquele programa UBS+. Cadê os médicos que saíram do Postão? Foram para onde? UBS+ nada”, afirmou.

 

EMPURRA MAIS PARA FRENTE

 

A reunião entre a secretária de Recursos Humanos e Logística, Vangelisa Lorandi, e a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindiserv), liderada pela presidente, Silvana Piroli, nesta segunda-feira (15), serviu para a entrega do ofício com a resposta do prefeito Daniel Guerra/PRB à pauta de reivindicações da categoria. Entre os pleitos, a ampliação do prazo de 60 dias para adesão de novos servidores ao plano de saúde do Ipam. O Executivo apresentou uma proposta, que será levada à assembleia dos servidores. Já em relação às reivindicações ao auxílio-transporte e ao desconto em folha da mensalidade dos associados em favor do Sindiserv serão feitos levantamentos complementares. Nova reunião ficou acertada para a semana que vem.